Em entrevista aos canais ESPN, o Comandante do 2º batalhão de Choque de São Paulo, revelou que os policiais do jogo entre Corinthians e São Paulo, no último domingo, se negaram a retirar as faixas da partida, entendendo que elas não traziam qualquer tipo de violação da lei.