O Vasco cedeu o empate em 1 a 1 para a Chapecoense no Maracanã, viu a luta contra o rebaixamento ficar mais complicada, mas a tônica dos jogadores na saída de campo foi sobre a arbitragem polêmica de Ricardo Marques Ribeiro. O árbitro marcou pênalti em um cruzamento que a bola bateu no braço, colado ao corpo, do zagueiro Rodrigo. Depois, ele decidiu ignorar um toque de mão de Tiago Luís dentro da área da Chapecoense. Após a partida, o presidente vascaíno, Eurico Miranda, soltou o verbo contra os juízes: 'O que aconteceu hoje foi um escândalo'.

Comentários

Eurico detona arbitragem no Maracanã: 'O que aconteceu hoje foi um escândalo'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.