<
>

Bia Haddad é superada por Cibulkova e Brasil é eliminado da Fed Cup

Bia Haddad Divulgação/WTA

Neste domingo, o Brasil precisava de uma vitória contra a Eslováquia para se manter vivo na disputa por uma vaga no Grupo Mundial II da Fed Cup, mas Bia Haddad foi derrotada por Dominika Cibulkova, ex-número 4 do mundo, por sets diretos com parciais de 7/6 (3) e 6/0. Dessa forma, o Brasil perdeu 3 jogos e a série melhor de cinco contra as europeias.

A eliminação leva o Brasil de volta ao Zonal Americano em 2020, fase que o país foi campeão no começo da temporada, enquanto a Eslováquia disputará ainda neste ano a fase mundial.

O primeiro set foi mais equilibrado, mesmo com Cibulkova saindo na frente e já quebrando um saque da brasileira. Na sequência, Bia devolveu a quebra e empatou a parcial, que seguiu assim, com nenhuma das duas conseguindo abrir uma diferença. Até que a número 1 do Brasil consegui a frente do placar e teve a oportunidade de fechar o set, mas junto com a pressão da torcida, Cibulkova cresceu e se impôs para virar e vencer a parcial.

A chance perdida abalou Bia, que sentiu ainda no tie-break. Para o segundo set, a brasileira se perdeu em quadra e viu a adversária deslanchar. Com confiança e experiência, Cibulkova dominou Bia e aplicou um pneu na oponente, que não teve forças para reagir.