<
>

Kerber afirma que mudou de estratégia após mau desempenho em 2017

Atual número dois do mundo, Angelique Kerber tem muitos motivos para comemorar o seu desempenho durante a temporada de 2018, já que é a atual campeã de Wimbledon. No entanto, o ano passado não foi dos melhores e, de acordo com a própria tenista alemã, foi preciso refletir e buscar mudanças para que ela voltasse a ser competitiva e brigar pelos títulos dos principais torneios.

“A verdade é que comecei a temporada com sérias dúvidas sobre meu tênis e meu potencial. Depois do mau desempenho de 2017, decidi sentar com a minha equipe, analisar melhor tudo o que tinha acontecido e procurar novas estratégias para que as coisas melhorassem”, afirmou a tenista alemã.

Além disso, Kerber aproveitou para relembrar o título de Wimbledon, principal conquista não só da atual temporada, como da sua carreira. Para ela, conquistar o torneio mais antigo da história da modalidade foi algo marcante e que está entre os momentos mais especiais da sua vida.

“Vencer o torneio de Wimbledon foi um sonho realizado, sendo que superar a Serena na final é algo muito especial, foi incrível. Não tenho dúvidas de que aquele dia foi o mais importante da minha carreira. Quando criança, eu sempre sonhei em ganhar esse torneio, cheio de história e tradição. Eu consegui e foi algo impressionante. Foi muito marcante”, destacou Kerber.

Com a conquista de Wimbledon, Kerber chegou a ótima marca de três títulos de Grand Slam na carreira, já que, anteriormente, em 2016, a alemã venceu o Australian Open e o US Open. O único que falta é Roland Garros, torneio que ela chegou, ao máximo, nas quartas de final.