<
>

Djokovic vence Del Potro, conquista US Open pela terceira vez e iguala Sampras

Novak Djokovic está, definitivamente, de volta.

Na noite deste domingo (9/9), o sérvio venceu o argentino Juan Martin del Potro por 3 sets a 0, parciais de 6-3, 7-6(4) e 6-3 para conquistar o US Open de 2018. O jogo durou 3h16.

Foi a terceira conquista do ex-número um do mundo no último Grand Slam da temporada. Ele já havia vencido o torneio em 2011 e 2015, além de ter sido vice em cinco ocasiões.

É também o 14º Major que Djokovic conquista. O troféu o deixa empatado com o americano Pete Sampras em número de Grand Slams. Ele só está atrás do suíço Roger Federer (20 taças) e do espanhol Rafael Nadal (17) no quesito.

Durante o torneio, o atual número seis do mundo perdeu apenas dois sets, um na primeira rodada e outro na segunda. Também sofreu muito com o calor, mas também conseguiu abrir seu arsenal de golpes para se segurar nos piores momentos.

O título também dá sequência ao seu retorno às grandes finais. Antes do US Open, ele venceu Wimbledon e colocou fim ao um período tortuoso em sua trajetória profissional, que incluiu problemas físicos no ombro e uma queda para fora do top 20 do ranking da ATP pela primeira vez desde 2006.

Além dos dois Majors, Djoko também venceu em 2018 o Masters de Cincinnati, um dos torneios maiores que é preparatório para o Slam americano.

Já Del Potro buscava sua segunda conquista no US Open - venceu em 2009 - e também seu segundo Major na carreira. O argentino, atual número três do mundo, voltou a disputar uma final de Slam após oito anos e 11 meses, o maior hiato da história do tênis profissional masculino.