<
>

Surfista é mordido por tubarão em praia que sediará etapa de competição da WSL no Brasil

Divulgação

O surfista Carlos Vinicius Cavalcanti foi atacado por um tubarão em Fernando de Noronha, na praia Cacimba de Padre, nesta sexta-feira. Apesar do animal ter mordido face, orelha e pescoço, o esportista de 31 anos está em estado estável, mas segue em observação no hospital de São Lucas.

Vale lembrar que entre os dias 19 a 25 de fevereiro o local receberá a etapa do Hang Loose Pro Contest 2019, que terá status QS 6000 do Circuito Qualifyng Series, da World Surf League (WSL). A competição colocará em disputa 6 mil pontos, valiosos para os surfistas que disputarão dez vagas para a elite mundial logo no começo da temporada. Gabriel Medina, atual campeão mundial, participará do evento.

Em suas redes sociais, Carlos Vinicius disse que o ataque do tubarão-limão, espécie comum em Fernando de Noronha, foi uma fatalidade, porém afirmou que não vai mais surfar durante a tarde, período em que os animais se alimentam.

“O que aconteceu foi um incidente, apenas isso. Aprendi bem a lição, não surfo mais final de tarde, com os bichos ali, se alimentando. Mas, enquanto tiver saúde, vou pegar onda, eu preciso do mar”, escreveu.

“Eu não fui atacado por um tubarão. Eu cai em cima dele, que, fez o que qualquer ser faria, apenas se defendeu! Eu é que fui imprudente! Estava surfando final de tarde, junto a um cardume de sardinhas, e, mesmo após ver que tinha tubarão na água, continuei ali”, explicou.