<
>

Bicampeão mundial, Medina se emociona e dedica título ao Brasil

play
Título de Gabriel Medina é comemorado aos gritos de 'o campeão voltou' em Maresias (0:27)

Brasileiro foi campeão em Pipeline e torcedores comemoraram na terra natal do surfista (0:27)

Nesta segunda-feira, o Surfe brasileiro fez história. Gabriel Medina chegou até a semifinal da etapa de Pipeline, e assegurou o bicampeonato mundial. Após a conquista, o surfista se mostrou emocionado, fez um balanço de seu ano e dedicou o título ao Brasil.

“Foi um ano muito intenso, estou muito feliz agora. Eu não consigo encontrar palavras, só tenho que agradecer aos meus fãs e para a minha família. Eu sempre venho aqui fazer o meu melhor, eu acredito nos planos, e eu tive de Deus, eu tenho fé nisso, e eu tive um bom dia. Eu estou muito feliz de ter feito isso novamente. Isso é para o Brasil”, afirmou.

Na fase semifinal, o brasileiro venceu o sul-africano Jordy Smith, vencendo por 16,27 a 15,83. Assim, só por ter chegado na final da etapa no Havaí, conseguiu o título, pois nenhum outro surfista poderia alcança-lo.

Com o resultado, Gabriel Medina se tornou bicampeão do mundo. No ano de 2014, o surfista já havia conquistado o mundial. Na ocasião, foi a primeira vez que o Brasil ganhou neste esporte.

Além disso, alguns minutos depois, o atleta conseguiu fazer história mais uma vez. Apesar de já ter garantido o título mundial, ele voltou com tudo para a disputa da final e, lá, superou Julian Wilson, seu principal concorrente à conquista e foi campeão da etapa de Pipeline, considerada a mais importante e difícil do Circuito, pela primeira vez na carreira.

"Pipe Masters é diferente de tudo! Eu trabalhei muito duro para conseguir isso! Estou muito, mas muito feliz! Eu agradeço a cada um que veio aqui nos acompanhar, eu estou muito feliz por par fazer parte da história".