Gustavo Hofman

Gustavo Hofman

Sabe qual é o time de futebol mais caro do mundo?

Gustavo Hofman

Laurence Griffiths/Getty Images
Kevin de Bruyne custou cerca de 75 milhões de euros em 2015
Kevin de Bruyne custou cerca de 75 milhões de euros em 2015

Por tudo que foi investido nas últimas janelas de transferências não é difícil acertar a resposta. O Manchester City tem o elenco mais caro do futebol mundial. Para formar a atual equipe, os Citizens gastaram 878 milhões de euros.

Na sequência do ranking aparecem Paris Saint-Germain (805 milhões), Manchester United (747 milhões), Barcelona (725 milhões) e Chelsea (592 milhões). É curioso que no top 5 apareçam clubes que tiveram seu treinadores, nos últimos meses, reclamando por motivos diversos sobre a falta de investimento dos seus clubes em reforços.

O levantamento foi feito pelo CIES Football Observatory e divulgado nesta semana. Ele apresenta também a média por clube na formação do plantel: Premier League (291 milhões), La Liga (131 milhões), Serie A (124 milhões), Bundesliga (113 milhões) e Ligue 1 (97 milhões).

Esses números geram algumas distorções, já que no caso da França, por exemplo, o PSG sobe bem a média para cima - na parte de baixo, cinco dos dez últimos colocados são representantes franceses. Apenas as cinco grandes ligas europeias foram analisadas.

De qualquer modo, fica ainda mais evidente a disparidade financeira que existe do futebol inglês com os demais. Entre os dez primeiros da lista, cinco são oriundos da terra da Rainha. Outros exemplos são clubes medianos colocados à frente de gigantes do continente.

Southampton e Crystal Palace aparecem em 18º e 19º com investimentos de 229 milhões e 225 milhões, respectivamente. A Internazionale é a próxima com 217 milhões; O líder da Serie A, Napoli, é o 21º com 204 milhões.

Um bom exemplo de formação de atletas, que gera custo baixo para montar um time é o RB Leipzig. Vice-campeão alemão em sua temporada de estreia na elite, nesta se mantém competitivo e vai lutar pelo vice-campeonato mais uma vez. Tudo isso com gastos de 118 milhões com os jogadores atuais.