Cleber Guilherme

Cleber Guilherme

Maior equipe de atletismo do país encerra suas atividades, e atletismo brasileiro chega ao fundo do poço

Cleber Guilherme, do ESPN.com.br

O encerramento das atividades da maior equipe de Atletismo do país, a B3, antiga Bm&F, pegou todos de surpresa, uma decisão tomada da noite para o dia, deixando sem rumo atletas, treinadores e outros profissionais de apoio.

A equipe, que reinou absoluta nas últimas décadas, encerra suas atividades de forma melancólica. Acredito que o maior erro da antiga Bm&F foi acreditar que, tendo a maioria dos melhores atletas e treinadores do país, reinaria para sempre, sem adversários à altura. Triste engano: esporte de alto rendimento se faz com adversários fortes e um público interessado. Hoje não temos nem uma coisa nem outra.

O atletismo brasileiro, com seu modelo de poucas equipes competitivas e competições vazias, chegou ao fundo do poço. Por um lado, temos treinadores qualificados e potenciais atletas. Por outro lado, poucas equipes, e o pior, poucos lugares para a prática do atletismo. Isso sem falar da quantidade e qualidade das competições, além das graves denúncias de corrupção envolvendo Federação Paulista de Atletismo e Confederação Brasileira de Atletismo, denúncias estas que já chegaram ao Ministério Público Federal (MPF).

Um triste fim para a B3 Atletismo (Bm&F Atletismo), que por ironia do destino encerra suas atividades como uma equipe pequena, igual a muitas deste país afora, sem apoio e com um futuro incerto para treinadores e atletas.