NFL na ESPN

NFL na ESPN

Para lavar a alma! Milagre de Minneapolis põe fim na longa lista de frustrações dos Vikings

ESPN.com.br
Jamie Squire/Getty Images
Stefon Diggs comemora o TD da vitória no domingo
Stefon Diggs comemora o TD da vitória no domingo

É pouco provável que a festa em Minnesota tenha acabado até hoje. E é difícil prever quando o touchdown de Stefon Diggs deixará de passar na cabeça dos torcedores e nas telas de TV.

A vitória heróica sobre o New Orleans Saints pode ser ainda mais comemorada por ser algo que foge completamente do histórico dos Vikings na liga: vencer, e não perder, na última hora.

Confira a lista de jogos decisivos que terminaram com uma “punhalada no coração” do torcedor de Minnesota.

 

  • Divisional de 1975
Tony Tomsic/Getty Images
 Roger Staubach prepara para o passe que acabou com os sonhos dos Vikings
Roger Staubach prepara para o passe que acabou com os sonhos dos Vikings

Encarando o Dallas Cowboys, em Minneapolis, os Vikings tinham uma vantagem de 14 a 10 com apenas 24 segundos restando no relógio. Até que Roger Staubach acertou um passe de 50 jardas para Drew Pearson marcar o TD da vitória. A “Hail Mary” não só foi cruel como foi polêmica, já que os torcedores de Minnesota reclamaram de uma interferência no passe não marcada contra o ataque.

  • Final da AFC de 1998
CRAIG LASSIG/AFP/Getty Images
Morten Andersen comemora o chute da vitória dos Falcons
Morten Andersen comemora o chute da vitória dos Falcons

No antigo Metrodome, os Vikings vinham de uma temporada de 15 vitórias e recebiam os Falcons, que haviam vencido 14 na temporada regular. Depois de acertar todos os 35 chutes que tentou na temporada regular, Gary Anderson perdeu um field goal que poderia ter encerrado o jogo. Atlanta empataria a partida com menos de um minuto para o fim, e venceriam na prorrogação com um field goal de 38 jardas.

  • Semana 17 de 2003
Jeff Gross/Getty Images
Jogadores dos Vikings lamentam derrota no final
Jogadores dos Vikings lamentam derrota no final

Nesta ocasião os Vikings foram eliminados dos playoffs antes mesmo de jogarem ele. Vencendo os Cardinals por 17 a 12 no minuto final, eles sacaram Josh McCown duas vezes e Arizona foi para a quarta descida com o relógio andando. Só que o QB achou Nathan Poole na endzone para vencer o jogo, tirar os Vikings e classificarem os Packers. Poole, aliás, recebeu a chave da cidade em Green Bay alguns dias depois.

  • Final da AFC em 2009
Ronald Martinez/Getty Images
Brett Favre lamenta interceptação no 4º período
Brett Favre lamenta interceptação no 4º período

Com o jogo empatado com 28 pontos para cada lado, os Vikings, fora de casa, faziam uma última campanha sólida, com o chute do field goal quase garantido. Só que, quando restavam 19 segundos para o fim, na linha de 33 jardas do campo de ataque, o ataque de Minnesota foi punido por ter 12 homens em campo. Na jogada seguinte, Brett Favre foi interceptado por Tracy Porter. Na prorrogação, deu Saints.

  • Wild Card de 2015
Jamie Squire/Getty Images
Blair Walsh erra o field goal que daria a vitória aos Vikings
Blair Walsh erra o field goal que daria a vitória aos Vikings

Esse lance ainda estava muito vivo na cabeça do torcedor dos Vikings. Jogando no congelante TCF Bank Field, já que o novo estádio ainda estava sendo construído, Minnesota vencia por 9 a 0 até o quarto período, quando os Seahawks viraram para 10 a 9. Com poucos segundos no relógio, a vitória viria com um chute de 27 jardas, mas Blair Walsh errou o alvo em um lance que só deve ter se curado neste último domingo