Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

Uma boa resenha: os times de Muricy sempre praticam o "Muricybol"? Mas o que é "Muricybol"?

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

Para o blogueiro André Rocha, do "Olho Tático", o São Paulo que venceu domingo sob o comando de Muricy Ramalho a segunda peleja neste Brasileirão utilizou o "Muricybol" — clique aqui e leia. Estou de acordo, como escrevi em post anterior — leia clicando aqui. Já o companheiro de Bate-Bola Paulo Vinicius Coelho, o PVC, não viu características "Muricibolísticas" no triunfo sobre o Vasco da Gama  — clique aqui para ler. Afinal, que diabo é esse tal "Muricybol"?

É possível e muito natural que as pessoas tenham divergências sobre esse conceito pouco criativo e muitas vezes vitorioso. Afinal, o "Muricybol" ainda não foi regulamentado pela Fifa, International Board, pela ONU ou pelo Inmetro. Posso estar enganado, claro, mas vejo o "Muricybol" como muito mais do que a famosa bola alçada na área inimiga. Eu diria que é um estilo mais... abrangente.

"Muricybol"
* Defesa sólida, forte, eventualmente com três zagueiros.
* Volantes combativos e implacáveis, se tiverem bom passe, melhor.
* Simpatia por zagueiros-laterais, como Breno e Paulo Miranda.
* Jogadores altos.
* Apertou? Bola pro mato porque o jogo é de campeonato.
* Capacidade para "cavar" faltas que permitam ameaçadores cruzamentos sobre a área inimiga.
* Especialistas em alçar a pelota na área rival, como o inesquecível Jorge Wagner.
* Minimizar os próprios erros ao extremo, não se expor.
* Explorar os erros rivais ao máximo, se aproveitar de quem se arrisca, se expõe.
* Se tiver no time um jogador que desequilibre, use o ao extremo, casos de Conca, no Fluminense, e Neymar, no Santos, quando o time adotava o 4-2-3-bolanoNeymar.
* E finalmente, claro, eficiência na jogada aérea, ofensiva e defensiva.

Wagner Meier/Agif/Gazeta Press
Muricy conseguiu duas vitórias em dois jogos na sua volta ao São Paulo: Muricybol ainda dá um bom caldo
Muricy conseguiu duas vitórias em dois jogos na sua volta ao São Paulo: Muricybol ainda dá um bom caldo

No portal Terra, Dassler Marques destaca algo bem relevante: "Em 19 partidas disputadas anteriormente, o São Paulo só havia marcado dois gols via bola aérea. Apenas em seu segundo jogo, Muricy já igualou esse número com os gols de Rodrigo Caio e Antônio Carlos" — clique aqui e leia o texto que mostra outros vestígios "Muricybolísticos" recentes.

Já Alessandro Abate, no Lance!, apresenta em vídeo uma divertida definição de "Muricybol" — clique aqui e veja a partir de 2 minutos e 20 segundos. Ele gravou a análise há quase um ano, mas ela segue atual, até porque o "Muricybol" não é Iphone, nem carro zero quilômetro, ou seja, não apresenta novas versões a cada ano. "Muricybol" é algo mais... ortodoxo.

E acredito que assim será até que o atual técnico são-paulino se reinvente. Enquanto esse dia não chega, se é que um dia chegará, é "Muricybol" na veia, porque aqui é trabalho, meu filho.

Mauro: 'Não sei quem inventou essa expressão, mas o 'Muricybol' está fazendo sucesso de novo'

Ouça clicando aqui uma inacreditável entrevista de Muricy à Rádio Globo