Antes do clássico, Nelinho é homenageado no Mineirão

ESPN.com.br com agência GE
Em dia de clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro, um ídolo dos dois times foi homenageado no Mineirão. Manuel Resende de Matos Cabral, o Nelinho, colocou os pés na calçada da fama, em evento promovido pela Administração dos Estádios do Estado de Minas Gerais (Ademg).

Jogador ofensivo e de chute forte, Nelinho iniciou a carreira no Bonsucesso e atuou no futebol português e no Remo antes de ser contratado pelo Cruzeiro. Na equipe, conseguiu o título mais importante de sua carreira: a conquista da Copa Libertadores de 1976. Foi contratado pelo Atlético-MG em 1982, quebrando tabu de negociações entre os clubes que já durava mais de 20 anos.

No Atlético-MG, virou ídolo ao comandar a conquista do hexacampeonato mineiro, em 1983, quando formou histórica dupla de ataque junto com Éder Aleixo.

"Não fosse esses dois clubes, não estaria aqui, não teria uma Libertadores, duas Copas do Mundo. Tudo que eu tenho devo a essas duas equipes do futebol mineiro", disse, durante a homenagem.

Defendeu a seleção brasileira nos mundiais de 1974, quando ficou em quarto lugar, e em 1978, quando marcou um dos mais belos gols da história das Copas do Mundo, na decisão do terceiro lugar, contra a Itália: acertou forte chute com muito efeito pelo lado direito do ataque. Ficou marcado, também, por chutar a bola para fora do Mineirão, um desafio de mais de 35 metros de altura.
Comentários

Antes do clássico, Nelinho é homenageado no Mineirão

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.