Agora é oficial: Barcelona confirma contratação de Coutinho por R$ 622 milhões

ESPN.com.br
EFE/PETER POWELL
Philippe Coutinho comemora gol pelo Liverpool
Philippe Coutinho comemora gol pelo Liverpool

O Barcelona confirmou a contratação do meia Philippe Coutinho, do Liverpool, na tarde deste sábado, tendo assinado um contrato de cinco temporadas e meias com o destaque do Liverpool.

E a contratação foi com cifras bem altas: 142 milhões de libras esterlinas (R$ 622 milhões) já somando acréscimos por bônus. O acordo prevê o pagamento de 105 milhões libras esterlinas agora e posteriormente de 37 milhões de libras esterlinas.

Isso faz de Coutinho a segunda contratação mais cara do mundo do futebol até o momento. Fica atrás apenas da venda de Neymar, do Barcelona ao Paris Saint Germain, em agosto de 2017, por 222 milhões de euros (R$ 821 milhões na época).

Mas Coutinho será superado por Mbappé tão logo o PSG oficialize a contratação dele junto ao Monaco. Hoje o atacante está apenas emprestado ao time de Neymar, mas já há um acordo de venda fechado em 180 milhões de euros (R$ 699 milhões).

"Não é segredo que Philippe gostaria de transferir-se desde de julho, quando o Barcelona manifestou o interesse pela primeira vez. Ele insistiu comigo, com os diretores e até com seus companheiros de equipe [para sair]. Ele estava desesperado para acontecer", disse o técnico do Liverpool, Jurgen Klopp.

"Apesar disso, conseguimos manter o jogador aqui após a janela de verão, esperando convencê-lo a ficar e fazer parte do que estamos procurando. Não deu", completou o treinador.

Coutinho defendeu o Liverpool por seis temporadas, tendo anotado 54 gols, 44 assistências e 201 jogos. Pela Premier League, foram 41 gols desde janeiro de 2013, quando ele chegou ao clube, vindo da Inter de Milão por US$ 13,4 milhões (R$ 43,2 milhões).

Ainda pela Premier League, Coutinho se destacou em seis temporadas como um dos seis melhores jogadores com assistências, chutes ao gol e chances de gols criadas.

Apesar das cifras altas e de toda a expectativa para ver o jogador em ação, o Barcelona não poderá contar com Coutinho na Uefa Champions League porque o meia já defendeu o Liverpool na competição.