'League of Legends': Daniquest reforçará time da 2ª divisão da América Latina

ESPN.com.br
Divulgação
Daniquest ficou conhecido como o jogador que por menos tempo fez parte do CBLoL
Daniquest ficou conhecido como o jogador que por menos tempo fez parte do CBLoL

Daniel “Daniquest” Cerqueira é mais um brasileiro que vai se aventurar no cenário de League of Legends da América Latina em 2018. O topo foi contratado pela Pixel eSports Club, equipe do México que estreará no torneio da 2ª divisão daquela região na próxima temporada.

O topo retornou ao competitivo neste ano, após uma temporada suspenso pela prática de elojob - quando o jogador aumenta o nível da conta de terceiros em troca de dinheiro. Neste ano, Daniquest reforçou a Brave e-Sports na segunda etapa do Circuito Desafiante 2017, o torneio de acesso do cenário nacional.

A Pixel eSports é uma organização criada neste mês e adquiriu a vaga no Circuito de Leyendas que pertencia ao Space eSports, time que havia terminado na 3ª/4ª colocação na última edição do torneio da 2ª divisão. A organização já definiu a formação que disputará o campeonato.

No Brasil, Daniquest ficou conhecido por ser o jogador que por menos tempo disputou o Campeonato Brasileiro. Isso porque, em junho de 2016, 15 minutos após ser anunciado como no integrante da Red Canids, o topo foi suspenso pela Riot Games pela prática de elojob por um ano. O profissional iria entrar no lugar de Marcelo "Ayel" Mello. Ele ainda fez parte da base da CNB e-Sports Club

Além do brasileiro, integra o elenco da Pixel eSports o caçador peruano Jorge "Kouke" Bravo, os mexicanos Saul "Lukwer" Sánchez (Meio) e Héctor "CARITA TRISTE" Jaramillo (Atirador) e o suporte canadense Elliot "Dadu" Croteau.

Brasileiro na América Latina em 2018.

Daniquest não será o único que participará de uma competição latina no próximo ano. Enquanto o jogador representará uma equipe do servidor norte, no servidor sul temos o topo Mateus "Fitz" Cayres e o caçador Leonardo "Leozuxo" Lopes pela Rebirt eSports, o analista Rafael "RafaP" Pinheiro na Kaos Latin Gamers (KLG) e o treinador Otávio "Otto" Rodrigues da Furious Gaming.