Trauco defende Guerrero e espera melhorar no Flamengo em 2018 

ESPN.com.br com agência Gazeta Press

Getty Images
Trauco comemora durante Fla-Flu
Trauco comemora durante Fla-Flu

O lateral esquerdo Miguel Trauco falou, nesta segunda-feira, com o jornal peruano “Depor” e saiu em defesa do atacante Paolo Guerrero, seu companheiro de Flamengo e seleção. O jogador afirmou que sentiu a ausência do centroavante não somente dentro, mas também fora dos gramados. No entanto, Trauco ressaltou que os rubro-negros poderiam ter chegado ao título da Copa Sul-Americana se o camisa 9 estivesse em campo.

“Estou muito triste. Paolo não merece isso. Ele deveria estar jogando. Isso me afetou muito, me machucou, porque eu estive com ele lá e não sabia o que dizer. Ele nos levou até aqui. Sua ausência foi sentida na final da Sul-Americana. Infelizmente as coisas não aconteceram”, disse.

Trauco iniciou bem a temporada com o Flamengo, mas caiu de rendimento ao longo do ano. Tanto que alternou a titularidade da lateral esquerda com Renê, principalmente após a chegada do técnico Reinaldo Rueda. Trauco criticou a postura da torcida rubro-negra no fim do ano, mas prometeu melhorar em 2018.

“O ano de 2018 será como uma revanche para mim. Eu fiquei desgostoso com os fãs e a última impressão que deixei não foi a melhor no Flamengo. Agora é melhorar para estar bem. Ali, eles são muito exigentes”, declarou.

Trauco terá temporada importante, pois além de disputar a Libertadores pelo Flamengo, tem grandes chances de estar com a seleção peruana na Copa do Mundo da Rússia.