‘Counter-Strike’: ‘Joguei vários campeonatos em que eu só ouvia um lado’, revela fer em entrevista

ESPN.com.br

Epicenter
Problema no ouvido direito atrapalhou muito o jogador nos últimos dois anos
Problema no ouvido direito atrapalhou muito o jogador nos últimos dois anos

Destaque da SK Gaming, Fernando “fer” Alvarenga não esteve 100% durante boa parte dos últimos dois anos. O jogador drevelou que disputou “vários campeonatos” ouvindo apenas com a orelha esquerda, por conta de uma perfuração no tímpano direito.

A revelação - inédita -, foi feita em entrevista ao veterano Alexandre “Gaules” Borba, em seu canal no YouTube. O jogador afirmou que jamais havia contado isso para família namorada e até mesmo seus companheiros de equipe.

“Eu joguei vários campeonatos em que eu só ouvia um lado”, contou fer. “Eu nunca falei isso nem para os meus companheiros pois eu tinha medo que eles me tirassem do time”, completou.

fer continuou dizendo que o problema ajudou para que ele desenvolvesse o seu famoso estilo de “rush”: “Eu precisava criar jogadas onde eu não precisava de som em nenhum momento”.

O jogador lembrou que teve muitos problemas com isso pois precisava ficar virado de lado em algumas posições para conseguir ouvir o adversários se aproximando.

“Eu morria de lado muitas vezes e o pessoal me xingava, mas eu não podia falar nada. Eu falava que estava esperando vir uma flash, metia o louco”, completou.

O problema do tímpano esquerdo perfurado não é novidade. O jogador já havia falado sobre a condição no passado, mas ressaltando que ainda podia ouvir cerca de 30%, não que perdia a totalidade da escuta por alguns períodos.

Além disso, fer também tinha um problema no nariz e conseguia respirar por apenas um lado dele. Após cirurgia no ano passado, fer conseguiu corrigir o problema.

Outros assuntos

Em mais de duas horas de entrevista, fer relembrou momentos da carreira e falou do inicio e das passagens pelas antigas organizações, entre outros assuntos.

O jogador afirmou que seu primeiro salário na LG seria de US$ 300 e os jogadores estavam prontos para aceitar. Alertado da baixa proposta por Peter "ptr" Gurney, o quinteto conseguiu um aumento para US$ 1,5 mil.

Sobre a polêmica negociação com a SK, fer afirmou que foi ele quem manteve as conversas após Gabriel “FalleN” Toledo ter rejeitado o primeiro contato de Alex Müller, dono da organização. fer disse que a atitude não foi correta, mas defender a SK "era seu sonho".

Os contratos do quinteto vão até a metade do próximo ano e as negociações já começaram. Mesmo felizes na SK, fer afirmou que os jogadores estão abertos a ouvir novas propostas.