'The New Invincibles': Manchester City massacra Tottenham e vence a 16ª seguida na Premier League

ESPN.com.br
Premier League: Gols de Manchester City 4 x 1 Tottenham

Se em 2003/04 o Arsenal conquistou a Premier League sem perder nenhum jogo (26 vitórias e 12 empates) e viu seu time ser apelidado de "The Invincibles" ("Os Invencíveis"), o Manchester City segue firme e forte para ganhar a alcunha de "The New Invicibles" ("Os Novos Invencíveis") ao final desta temporada. 


Neste sábado, os comandados de Josep Guardiola atropelaram o Tottenham e golearam com autoridade por 4 a 1, no Etihad Stadium, chegando à incrível 16ª vitória seguida no Campeonato Inglês.

Agora, são absurdos 16 triunfos em 17 partidas na liga nacional, o que coloca os Citizens isolados na ponta da tabela, com 52 pontos, 14 a mais que o rival Manchester United, o 2º colocado - os Red Devils, porém, ainda jogarão neste domingo e podem diminuir a diferença.

Além disso, são 56 gols marcados em 18 jogos, além de um saldo de gols de +45.

Em Manchester, o triunfo começou a ser definido aos 14 do primeiro tempo, quando Sané cobrou escanteio na área e o volante Gundogan, completamente desmarcado, mandou de cabeça para as redes - sua situação era tão tranquila que ele nem precisou pular para cabecear e abrir a conta para os celestes. 

Premier League: Melhores momentos de Manchester City 4 x 1 Tottenham

 Na segunda etapa, os Spurs por pouco não igualaram com Harry Kane aos 10 minutos, mas o chute do atacante da seleção inglesa saiu raspando a trave.

Daí para frente, porém, só deu City. 

Laurence Griffiths/Getty Images
De Bruyne fez o 2º dos Citizens
De Bruyne fez o 2º dos Citizens

Aos 25 minutos, Gundogan lançou De Bruyne, que invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado. Lloris tentou tirar com apenas uma mão, mas acabou espalmando o chute do belga para suas próprias redes. 

Pouco depois, o próprio De Bruyne foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Gabriel Jesus, que havia entrado apenas no segundo tempo, pediu a bola e bateu forte, mas acertou a trave.

Só que não deu nem tempo de lamentar, já que, no lance seguinte, Sané fez o cruzamento rasteiro e Sterling chegou completando para o gol vazio. 

E ainda cabia mais: nos acréscimos, veio a humilhação final quando Sterling recebeu enfiada de bola, deu uma caneta no goleiro Lloris e só tocou para dentro, fechando a conta dos celestes no Etihad Stadium e sacramentando o 16º triunfo seguido da turma de Pep Guardiola na atual Premier League

OLI SCARFF/AFP/Getty Images
Sterling deu 'caneta' em Lloris antes de marcar
Sterling deu 'caneta' em Lloris antes de marcar

No último lance do jogo, Eriksen acertou chute cruzado no canto de Ederson e ajudou a diminuir um pouco a humilhação dos londrinos, mas já era tarde para qualquer tipo de reação. 

Com o revés, o Tottenham estaciona nos 31 pontos, em 7º lugar, fora até mesmo da zona da próxima Liga Europa.

Na próxima rodada, os Citizens recebem o Bournemouth, sábado, às 13h (de Brasília). No mesmo dia, às 15h30, os Spurs visitam o surpreendente Burnley.