Corinthians anuncia saída de Flávio Adauto e diretor financeiro

Gazeta Press

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians
Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

Dois dias depois da confirmação da chapa de Paulo Garcia para concorrer à presidência do Corinthians, com a presença de dois diretores da gestão Roberto de Andrade como seus vice-presidentes, o mandatário definiu, por meio de uma nota oficial publicada no site do clube, a saída de Flávio Adauto e Emerson Piovesan dos seus respectivos cargos no clube.

Diretor de futebol desde o ano passado, Adauto foi um dos homens de confiança de Roberto para conter uma crise política, que quase implicou no seu impeachment. Apontado como um nome da ala mais experiente do clube, com passagens antigas pela direção, Adauto deixa o cargo com o feito de ser campeão paulista e brasileiro em 2017.


Ainda não há definição sobre quem ocupará o cargo até a eleição do dia 3 de fevereiro, mas o presidente já havia adiantado a seus pares que não pretendia colocar um “diretor-tampão” no período. O mais provável é que o gerente de futebol, Alessandro, cuide das decisões envolvendo o departamento de futebol até que se defina a parte política.

Piovesan, por sua vez, herdou o cargo de diretor financeiro após apoiar o mesmo Paulo Garcia na última eleição, em 2015. Pouco antes daquela eleição, porém, Garcia decidiu se juntar a Antonio Roque Citadini, em candidatura que acabou derrotada com 43% dos votos válidos. No pleito do ano que vem, os candidatos serão Andrés Sanchez, pela situação, Felipe Ezabella, Romeu Tuma Júnior, e os mesmos Citadini e Garcia, todos como oposição.

Dérbi por Scarpa: Nicola explica disputa entre Palmeiras e Corinthians pelo meia do Fluminense

"O Sport Club Corinthians Paulista agradece aos conselheiros Emerson Piovesan e Flávio Adauto por toda a dedicação demonstrada como diretores do clube, função que deixam de exercer nesta sexta-feira (15). Ambos tiveram grande importância para o sucesso alcançado na temporada de 2017. O Corinthians deseja sorte para os ex-diretores", disse o clube em nota.