Vettel elogia evolução da Ferrari em 2017, mas vê erros em momentos-chave

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Getty Images
Sebastian Vettel durante o GP da Itália
Sebastian Vettel durante o GP da Itália

A temporada de 2017 da Fórmula 1 foi marcada por Ferrari e Sebastian Vettel enfrentando a Mercedes e Lewis Hamilton, que acabaram vencendo o Mundial de Construtores e o Mundial de Pilotos. Sabendo do grande avanço que a escuderia italiana – que não brigava pelo título desde 2013 – teve, o piloto alemão previu que sua equipe pode dominar a categoria se conseguir ter a mesma evolução que teve em 2017.

“Creio que se podemos dar um passo semelhante no próximo ano… será um passeio no parque. É uma brincadeira, mas a melhora deste ano foi incrível. Tivemos um carro competitivo desde o início e temos melhorado em todas as áreas”, afirmou o tetracampeão mundial.

“Temos ficado muito perto todo o ano, mas não o suficiente em momentos-chave. Isso é o que nós aprendemos e acho que tudo isso vai nos ajudar no próximo ano. Foi um pouco amargo, mas usamos as últimas corridas para no próximo ano. Estamos todos trabalhando duro e vamos fazer o mesmo durante o inverno, pois temos as pessoas certas e já nos demonstraram este ano. Tudo começa novamente no ano que vem, vamos ver o que acontece”, completou.

Apesar do otimismo, Sebastian Vettel, que teve 112 pontos a mais do que seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen, acredita que o próximo passo que a Ferrari tem que fazer para bater a Mercedes é “um pouco mais complicado”.

“Vai ser extremamente difícil. Mercedes tem sido ultracompetitiva estes anos e isso apesar da mudança de regra. Precisamos dar um novo passo e que é o mais complicado. Por isso estamos aqui, assim funciona este esporte. O pessoal de Maranello está ansioso. Haverá coisas que virão mais cedo e outras vão levar mais algum tempo”.