Ventos e ressaca do mar voltam a adiar decisão do Mundial de Surfe

Gazeta Press

Gabriel Medina luta pelo título no Mundial
Gabriel Medina luta pelo título no Mundial WSL / DAMIEN POULLENOT

O Mundial de Surfe segue sem condições de continuar, e o campeão da temporada ainda está indefinido. Nesta quinta-feira, a World Surf League (WSL) confirmou que os surfistas não voltarão ao mar da etapa de Pipe Masters por falta de condições, provenientes de um Swell de grandes proporções que atingiu o Havaí na última quarta. A próxima chamada será será nesta sexta-feira, às 15h (de Brasília).

Iniciada nesta semana, a última etapa do Mundial de Surfe teve de ser prontamente interrompida e não chegou sequer ao fim da primeira rodada. Primeiramente por contas das baixas ondas, a organização passou a adiar o evento, que agora conta com um mar de ressaca e ventos muitos fortes, inviabilizando a continuidade da competição.


Em busca de seu bicampeonato, Gabriel Medina terá de passar pela repescagem para tentar tirar o título de John John Florence. Na primeira rodada, o brasileiro ficou em terceiro lugar na quinta bateria, atrás do compatriota Miguel Pupo e do havaiano Benji Brand, vencedor da rodada.

O único brasileiro que já está garantido na segunda fase é Caio Ibelli. Além de Medina, Jadson André, Wiggoly Dantas, Adriano de Souza e Filipe Toledo também disputam a repescagem. Ian Gouveia e Italo Ferreira foram dois dos surfistas atingidos pelos seguidos adiamentos e ainda não foram ao mar.

Rival direto de Gabriel Medina na briga pelo título, John John Florence já está confirmado na segunda fase, depois de vencer sua bateria. O havaiano está na liderança da competição com 53.350, contra 50.350 do brasileiro.

Medina ou John John? Direto do Havaí, fãs respondem quem vai ganhar o título mundial

Para se sagrar novamente campeão da WSL, como fez em 2014, Medina depende de uma das três combinações de resultados: vencer Pipe Masters e Florence ficar, no máximo, em terceiro; ficar em segundo e contar com, no máximo, um nono lugar do havaiano; terminar em quinto e John John ficar, no máximo, em 13º lugar.

Comentários

Ventos e ressaca do mar voltam a adiar decisão do Mundial de Surfe

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.