'League of Legends': T Show anuncia permanência de Nyu e alfineta Flamengo nas redes sociais

ESPN.com.br

T Show
T Show afirma que Nyu continuará na equipe para a próxima temporada do competitivo
T Show afirma que Nyu continuará na equipe para a próxima temporada do competitivo

A TShow anunciou nesta quinta-feira (14) que o topo Renan "Nyu" Augusto continuará em sua equipe de League of Legends. 

Conforme revelado pelo ESPN Esports Brasil nesta semana, o jogador sofreu uma tentativa de aliciamento pelo Flamengo eSports, que utilizou um "buraco" nas regras do Circuito Desafiante para tentar uma negociação direta após tentativas de negociação com a gerência da T Show não terem dado certo. 

Em resposta, os Bodes publicaram uma matéria sobre o ocorrido confirmando que o jogador continuará na equipe, além de aproveitar a oportunidade para "alfinetar" o Rubro-Negro com a frase "Bode que é bode não tem medo de urubu!". 

Ao contrário do CBLoL, que já possui regras anti-aliciamento há tempos, o Circuito Desafiante passará a tê-las somente a partir da próxima etapa, em janeiro de 2018. Com isso, qualquer negociação direta com jogadores da segunda divisão do League of Legends brasileira pode ser realizada sem qualquer risco. 

Questionada pela TShow sobre o assunto, a Riot Games afirmou que "não pode fazer nada, mas orienta que os clubes não pratiquem isso [o aliciamento] por questões éticas". 

Para o ESPN Esports Brasil, o Flamengo e a Cursor, empresa responsável pelo projeto de esport do Clube de Regatas, informou que: "diante das recentes acusações levianas levadas à imprensa especializada em esportes eletrônicos nos últimos dias, o Clube de Regatas do Flamengo reitera que todas as negociações para contratação de reforços para sua equipe de League of Legends foram feitas com respeito total às regras aplicadas no mercado de games. Sobre a negociação com 'Nyu' é importante esclarecer que, além da TShow estar ciente da aproximação do Flamengo com o atleta e chegar a ter oferecido o referido profissional ao clube, as negociações foram dentro das regras, mas, mediante exigências da equipe do atleta, acabaram não se concretizando.

Circuito Desafiante 2018

Rebaixada direta da última etapa do CBLoL 2017, a TShow voltará a disputar o Circuito Desafiante na próxima temporada do competitivo nacional. Na ocasião, os Bodes jogaram sem Nyu, que foi banido por seis meses pela prática de elo job. Recentemente, a equipe participou da Superliga, organizada pela ABCDE, mas não acabou conseguindo a classificação para a fase de mata-mata. 

Por sua vez, o Flamengo eSports fará a estreia de sua escalação oficial durante a "série B" do CBLoL. Com nomes de peso como Felipe "brTT" Gonçalves e Thúlio "SirT"  Carlos, o Rubro-Negro visa uma subida rápida à elite do competitivo. O time, no entanto, ainda não possui um jogador para a posição do topo.