Quem são os companheiros de Ronaldo e Messi no time ideal do ESPN FC 100?

ESPNFC.com*


O ESPN FC 100 revelou os melhores jogadores por posição, mas quem faria parte do melhor time se todos fossem colocados juntos? Selecionamos nossos 11 a partir da lista.

Goleiro: Manuel Neuer - Bayern

[]

Existe uma tentação sentimental em escolher Gianluigi Buffon como o melhor goleiro do mundo, e com certeza há fortes argumentos a favor de David De Gea. Mas Neuer foi a nossa escolha novamente, apesar das lesões que o deixaram de fora do Bayern por boa parte desta temporada. Fala-se frequentemente sobre Neuer, que ele “redefiniu” o papel do goleiro, transformando-o em um pseudo-jogador de linha, o que diminui seu talento nos princípios básicos da atuação como goleiro. Sua forte presença por trás da linha da zaga do Bayern tem sido uma parte crucial do processo de estabelecimento do clube como um dos melhores do mundo nos últimos anos.

 

Lateral direito: Dani Carvajal - Real Madrid

[]

Pode ser um pouco forçado dizer que o desempenho sem brilho do Real Madrid nessa temporada foi causado pela ausência do Carvajal. Vários fatores os deixaram no quarto lugar da liga, com o Barcelona estando relativamente distante no horizonte, mas a infecção cardíaca que deixou Carvajal fora por seis semanas com certeza não ajudou. Carvajal se firmou como o melhor lateral direto no mundo gradualmente. No início, não conseguiu se estabelecer no time titular do Real e passou um ano com o Bayer Leverkusen antes de voltar em 2013. Desde então, sua consistência e confiabilidade se mostraram acima de qualquer outro jogador.

 

Zagueiro: Leonardo Bonucci - Milan

[]

É fácil esquecer que Bonucci, que parece ter sido esculpido a partir das pedras que cercam a pequena cidade fora de Roma em que ele cresceu, tem apenas 30 anos. A surpreendente transferência que o tirou da Juventus para o colocar no Milan no começo deste ano ainda não se mostrou um sucesso estrondoso, mas não foi nenhuma surpresa que ele tenha sido escolhido pelos Rossoneri como o alicerce de sua reconstrução. Conseguir uma vantagem sobre a Juventus foi um efeito colateral agradável, mas construir a defesa em torno de Bonucci, um homem que é praticamente o zagueiro moderno perfeito, foi mais do que uma mera questão de demonstrar superioridade.

 

Zagueiro: Diego Godín - Atlético de Madrid

[]

É difícil dizer que qualquer jogador seja subestimado no futebol atual. A proliferação de informações, o fato de que qualquer pessoa é capaz de assistir a qualquer jogo, a qualquer momento, significa que alguém, em algum lugar, vai elogiar a maior parte dos jogadores. Mas se existe um zagueiro que é realmente subestimado no mundo, esse é Godín, a presença dura e consistente no coração da defesa do Atlético de Madrid, que talvez, mais do que qualquer coisa, seja um símbolo do reinado de Diego Simeone no clube. “Nada me empolga menos do que jogar contra o Atlético”, disse o companheiro de Godín na seleção uruguaia, Luis Suárez. “Eles são muito irritantes, e Godín é um chato. Ele está sempre do meu lado, nunca me deixa em paz”. Ele diz isso como um elogio.

 

Lateral esquerdo: David Alaba - Bayern

[]

Você provavelmente odiaria Alaba se frequentasse a mesma escola que ele. Ele era quase com certeza uma daquelas crianças irritantes que são boas em absolutamente tudo, enquanto você se mata para ser bom em pelo menos uma ou duas coisas. Essa é certamente a impressão que você tem ao assisti-lo jogar futebol, já que ele é talentoso de uma forma inacreditável em várias posições: zagueiro, meia e até como o camisa 10 da Áustria. Mas nós o selecionamos como lateral esquerdo, posição em que ele se recuperou nessa temporada, depois de um certo azar na metade do último período.

 

Meia: Luka Modric - Real Madrid

[]

De forma clara, esse time não tem muitos jogadores persistentes em bolas divididas. Mas a esperança é que eles não percam a bola com muita frequência para que não precisem desse tipo de jogador, e ter Modric conduzindo as coisas a partir do meio do campo é, com certeza, um ótimo começo. O jogador do Real chegou à Espanha quase como uma reconsideração, uma adição a um time que já era cheio de astros, e foi inicialmente deixado de lado por Xabi Alonso e Sami Khedira. Mas saindo daquela posição periférica, Modric se tornou o eixo do time do Real, o homem que realmente controla todas as coisas. Uma pequena anomalia no futebol moderno, ele não depende de nenhum atributo físico. Modric é um dos grandes de sua geração.

 

Meia-atacante: Kevin De Bruyne - Manchester City

[]

Aqui vai um uma pequena brincadeira que você pode tentar a próxima vez que o Manchester City jogar. Deliberadamente não assista ao jogo, mas siga pessoas que o estejam assistindo nas redes sociais. Anote toda vez que alguém exaltar algo que o De Bruyne fez e, depois, assista aos destaques. As chances são de que você dirá “Ah, é desse lance que eles estavam falando” em quatro de cinco ocasiões diferentes. De Bruyne chegou ao City há alguns anos e deu mostras de sua habilidade devastadora, mas essa é a temporada em que ele exibiu isso de maneira consistente. Um meia completo.

 

Meia-atacante: Isco - Real Madrid

[]

Há alguns anos parecia que Isco se tornaria outro jovem talentoso revelado por um grande clube, que faria algumas aparições antes de ser descartado, possivelmente para voltar ao clube em que ele começou. De fato, na última temporada ele foi vaiado no Bernabeu pelos torcedores locais famosos por sua impaciência. Mas Isco agora se estabeleceu com um dos principais elementos do Real. Uma presença vivamente criativa, uma ligação entre o meio de campo e os atacantes, e o homem que com frequência carrega as balas que Cristiano Ronaldo dispara. Ainda com 25 anos, Isco é a chave do futuro do Real, assim como de seu presente.

 

Atacante: Cristiano Ronaldo - Real Madrid

[]

A carreira de Ronaldo está em declínio. Ele completará 33 anos em fevereiro e não tem mais a potência física que já foi um dia, incapaz de oferecer o tipo de explosão que costumava proporcionar. Ainda assim, neste último ano, ele marcou na vitória da final da Champions League (sua quarta), ganhou o prêmio de jogador do ano pela Fifa e marcou em todos os jogos dessa temporada na fase de grupos da Champions, o primeiro jogador a fazê-lo. Sua reinvenção como uma espécie de grande caçador, um homem que chega na área principal no momento certo para marcar, é impressionante.

 

Atacante: Leo Messi - Barcelona

[]

Quando um jogador é bom desse jeito, e quando ele já conquistou uma enorme quantidade de coisas, qualquer crítica se amplia além de todas as perspectivas. O ataque contra Messi, de que ele não ganhou a Copa do Mundo pela Argentina sozinho, como fez Diego Maradona, soa absurdo quando comparado a tudo que ele já fez. Os gols continuam vindo (são 14 já no Campeonato Espanhol nesta temporada), e a capacidade de ainda fazer o seu queixo cair com incrível brilhantismo, depois de 13 anos de sua estreia, é impressionante. A maneira como ele arrastou a Argentina para a Copa do Mundo de 2018, com um desempenho surpreendente contra o Equador, pode ser apenas um vislumbre das últimas críticas desaparecendo.

 

Centroavante: Harry Kane - Tottenham Hotspur

[]

O futebol não está inundado de centroavantes brilhantes como já esteve no passado, mas como Robert Lewandowski, Sergio Aguero e Harry Kane, há pelo menos alguns da melhor categoria chutando por aí. Kane recebe o reconhecimento nesse time, pelo menos em parte, por sua capacidade de criar gols do nada, assim como de ser um finalizador mortífero quando alguém lhe dá a chance. Excelente nas jogadas aéreas, mais rápido do que se possa imaginar, e talvez e mais importante, o mais próximo de ser o jogador mais habilidoso possível com os dois pés, Kane é o motivo para que esse time inglês tenha chegado mais longe do que os seus antecessores.

Comentários

Quem são os companheiros de Ronaldo e Messi no time ideal do ESPN FC 100?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.