Felipão rejeita convite para comandar a seleção chilena

Gazeta Press
Luiz Felipe Scolari disse que negou proposta da seleção chinesa
Luiz Felipe Scolari disse que negou proposta da seleção chinesa VCG/VCG via Getty Images

Luiz Felipe Scolari está desempregado desde o final de novembro, quando recusou renovar o seu contrato com o Guangzhou Evergrande e pelo visto não está com pressa para voltar a trabalhar. O treinador de 69 anos rejeitou um convite para comandar a seleção chilena, que não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo de 2018.


“Fui contatado pelo Chile há pouco tempo. Disse que estava grato pelo convite e pedi algum tempo para responder. Como não tive o tempo necessário para ponderar, decidi que não veria fazer eles terem esperança”, declarou o treinador para a Reuters.

Além disso, o ex-comandante da seleção brasileira e para Portugal também recebeu recentemente um convite para ser o técnico da Austrália durante a Copa do Mundo de 2018. Contudo, Felipão mostrou ter um plano mais ambicioso quando o assunto é seleção.

“Não quero unicamente comandar uma equipe na Copa do Mundo. Quero liderar um projeto organizado por um ou dois anos”, afirmou o treinador do pentacampeonato mundial, que ficou na China nos últimos dois anos e meio.

Comentários

Felipão rejeita convite para comandar a seleção chilena

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.