Buffarini admite que não ficará no São Paulo em 2018 e se diz orgulhoso por interesse de Boca e River

ESPN.com.br
Érico Leonan/São Paulo FC
Buffarini durante treino no São Paulo: adeus próximo
Buffarini durante treino no São Paulo: adeus próximo

Em entrevista nesta quarta-feira ao canal argentino TyC Sports, o lateral direito Julio Buffarini reconheceu que não deve ficar no São Paulo em 2018.

O defensor foi pouco utilizado pelo técnico Dorival Junior e está apenas aguardando ofertas para analisá-las.

São Paulo completa 5 anos sem títulos e comentaristas do BB Debate analisam o período e projetam futuro

"Tenho contrato, mas certamente o clube escutará ofertas. Chegou o novo treinador há dois ou três meses e no último mês não tive muitos minutos como eu pretendia ou merecia, mas era uma decisão do técnico. Não compartilhava, mas sim respeitava", disse.

Seu nome foi ventilado nos dois gigantes do futebol argentino, Boca Juniors e River Plate, e Buffarini se animou com a possibilidade de jogar em um deles.

Dênis se despede do São Paulo: 'Saio de cabeça erguida'

"É difícil se isolar por completo, por todos os rumores e mais com as redes sociais hoje em dia, que te chega informação constantemente. Mas é um orgulho que se fale de mim para ir a Boca ou River, qualquer jogador sonha em chegar a um grande. Sei da magnitude que tem os dois times e não tenho preferências por nenhum", garantiu.

O lateral teria uma proposta do Atlas, do México, e quase retornou ao San Lorenzo no meio de 2017. Mas o curto período proposto barrou a transferência.

Sem jogar há 2 meses, Buffarini ostenta carrão e estrela clipe de cantor argentino em SP

"Em junho tive contato, mas não se chegou a um acordo. Ofereceram um contrato por seis meses, mas não me favorecia, porque tinha que transferir a família e voltar ao Brasil de novo", explicou Julio Buffarini.