Federação peruana lamenta sanção da Fifa a Guerrero por doping

EFE
Guerrero está fora da Copa do Mundo
Guerrero está fora da Copa do Mundo ESPN

A Federação Peruana de Futebol (FPF) lamentou a suspensão de um ano aplicada pela Fifa ao atacante Paolo Guerrero por doping, o que o impedirá de disputar a Copa do Mundo de 2018 caso a decisão não seja revertida .

A entidade se solidarizou com o jogador do Flamengo e destacou sua "qualidade pessoal e profissional", como já havia feito quando ele era investigado pela Fifa.

"Elogiamos a sua imensa contribuição à nossa seleção como capitão e líder do grupo", disse a federação em comunicado.


A Fifa impôs um ano de suspensão a Guerrero devido ao exame antidoping ao qual ele se submeteu após o duelo de 5 de outubro contra a Argentina, pelas Eliminatórias, ter dado positivo para benzoilecgonina, principal metabolito da cocaína.

Zagueiro da seleção peruana tem esperança de que Guerrero vá para a Copa

Companheiro de Paolo Guerrero na seleção peruana, o zagueiro Christian Ramos afirmou nesta sexta-feira ter a esperança de que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) possa reduzir a ssuspensão de um ano imposta ao atacante do Flamengo por doping, para que assim ele possa jogar a Copa do Mundo de 2018.

"Ninguém mais do que você merece esta Copa. As coisas têm que sair a seu favor, e logo te verão na Rússia, capitão", escreveu Ramos, que atua pelo Emelec, no Instagram.

Já o veterano goleiro Leao Butrón, presente em algumas convocações da seleção peruana durante as Eliminatórias, lamentou a decisão da Fifa, que se não for revertida tirará o principal nome da equipe do Mundial.

"Uma lástima a sanção a Paolo, é muito triste saber que quem foi o porta-bandeira de um grupo espetacular perderá a batalha pela qual passou anos lutando para estar nela, e que conseguiu com muito esforço e profissionalismo", destacou o goleiro do Alianza Lima, de 40 anos.

Guerrero apelará da sanção à CAS em busca de uma redução ou suspensão da sanção, alegando que tomou um chá contaminado com restos de folha de coca.

Durante uma audiência realizada no dia 30 de novembro, em Zurique, Guerrero argumentou que os baixos níveis de benzoilecgonina na sua análise provam que a dopagem foi acidental, e não pela ingestão de cocaína.

O atacante foi suspenso temporariamente por um mês, em 3 de novembro, mas o prazo se estendeu por mais 20 dias, à espera da decisão divulgada hoje.

Comentários

Federação peruana lamenta sanção da Fifa a Guerrero por doping

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.