Com gol no último minuto, Chape rebaixa o Coritiba e vai à Libertadores de forma heroica

ESPN.com.br

Brasileiro: Gols de Chapecoense x Coritiba

Um ano e alguns dias depois, e a Arena Condá voltou a ser o palco de muita emoção, mas desta vez uma emoção diferente. Com a vitória sobre o Coritiba por 2 a 1, a Chapecoense confirmou uma campanha heroica, onde precisou reconstruir um elenco inteiro, com uma vaga na Copa Libertadores de 2018. Elicarlos e Túlio de Melo, no último minuto, anotaram os tentos do feito realizado pela Chape. 

O Coritiba, por sua vez, marcou com Kleber Gladiador, mas não conseguiu evitar a derrota e caiu para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Na tabela, a Chapeceonse termina na oitava colocação, com 54 pontos, e fica com, até aqui, a última vaga na Libertadores. Até aqui, pois se o Flamengo for campeão da Copa Sul-Americana, o Atlético-MG, que acabou o torneio na nona posição, também se classificará ao torneio sul-americano.

Na parte de baixo da tabela, o Coritiba termina o Brasileiro com 43 pontos, na 17ª posição, e irá jogar a segunda divisão do Nacional em 2018, junto com Avaí, Ponte Preta e Atlético-GO.

O jogo

Antes mesmo da bola rolar, a Arena Condá foi palco de muita emoção. Jogadores e comissão técnica da Chapecoense, além de Jakson Follmann e Rafael Henzel - sobreviventes da tragédia aérea que abateu o clube no ano passado - entraram em campo com camisas em homenagem aqueles que faleceram no desastre.

Em campo, a tensão era um cenário claro, com as duas equipes buscando o ataque, mas se resguardando bem no setor defensivo. Mesmo jogando fora de casa, o Coritiba aproveitou melhor o espaço e abriu o placar com um golaço de Kleber Gladiador.

No entanto, ainda na primeira etapa, a Chapecoense manteria viva a chance de coroar uma heroica campanha de reconstrução com uma vaga na Libertadores. 

Primeiro, chegou ao empate com um lance misto de sorte com habilidade. Em descida pela direita, Elicarlos cruzou fechado para o meio da área, a bola tomou o caminho do gol e enganou Wilson, deixando tudo igual na Arena Condá.

Depois, Apodi teve a chance de escrever seu nome na história da equipe alviverde, mas o chute do lateral parou na linha do gol. Mas ainda tinha tempo para Túlio de Melo - um dos primeiro jogadores a chegar para reforçar uma Chapecoense abatida pelo desastre ocorrido na Colômbia.

Já nos acréscimos, o centroavante aproveitou uma grande chance dentro da área e empurrou a bola para o gol, virando a partida e colocando a Chape na Libertadores. Após o apito final, jogadores e torcida se emocionaram muito com o feito conquistado pela Chape.

FICHA TÉCNICA 

CHAPECOENSE 2X1 CORITIBA

Local: Arena Condá, em Chapeco (SC)
Data: 03 de dezembro de 2017, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Público: 12.913 torcedores
Renda: R$ 346.920,00
Cartões Amarelos: Thiago Carleto(Coritiba); João Pedro e Fabrício Bruno(Chapecoense)
Cartões Vermelhos: Nenhum

GOLS:
CHAPECOENSE – Elicarlos, aos 36 minutos do primeiro tempo, e Túlio de Melo, aos 50 minutos do segundo tempo
CORITIBA – Kleber, aos 14 minutos do primeiro tempo

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro, Elicarlos(Rodrigo Pelezinho), João Pedro(Nadson) e Canteros; Arthur e Wellington Paulista(Túlio de Melo) Técnico: Gilson Kleina

CORITIBA: Wilson; Léo, Thalisson Kelven, Cleber Reis e Thiago Carleto; Jonas, Vitor Carvalho(Anderson), Tiago Real e Daniel(Iago); Rildo(Keirrison) e Kleber Técnico: Marcelo Oliveira

Comentários

Com gol no último minuto, Chape rebaixa o Coritiba e vai à Libertadores de forma heroica

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.