Fluminense estuda situação de emprestados; veja quem pode voltar ao time

Gazeta Press
Encontro de camisas 10! Promessa do Flu, Danielzinho vira repórter e entrevista ídolo Ronaldinho

Sem chances de disputar a Copa Libertadores no próximo ano, mas sem correr riscos de rebaixamento, o Fluminense se despede do Campeonato Brasileiro neste domingo, às 17h (de Brasília), diante do lanterna e já rebaixado Atlético-GO no Estádio Olímpico, em Goiânia (GO), precisando de um empate para se classificar para a Copa Sul-Americana. O torneio, visto como prêmio de consolação para a maioria dos clubes, não chega a despertar tanto o interesse dos torcedores, que já pensam na próxima temporada.

Para que 2018 seja diferente, os dirigentes do Fluminense também começam a pensar no próximo ano e monitoram a situação dos atletas que têm vínculo com o clube e estão emprestados. Alguns, dependendo do que definir Abel Braga ou um próximo treinador caso o comandante não acerte a sua permanência, podem ser aproveitados.


Um dos que deve retornar e permanecer é o lateral-esquerdo Giovanni, de 28 anos, que foi um dos destaques do América-MG na conquista do título da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador tem contrato até dezembro de 2018. Outro lateral que deve ser aproveitado é Ayrton, que conquistou a Copa da Primeira Liga pelo Londrina.

Aos 26 anos, o volante Edson também está no dara dos dirigentes para ser aproveitado. Ele tem vínculo com o Tricolor até agosto de 2018 e está cedido ao Bahia.

Revelado nas categorias de base do Fluminense, o meia Danielzinho, de 21 anos, retorna de uma boa temporada pelo Oeste na Série B. O time paulista terminou a competição na sexta posição. Ele é visto como um jovem promissor nas Laranjeiras.

O lateral-direito Wellington Silva, cedido ao Bahia, o volante Willian, que estava no América-MG, o meua Felipe Amorim, também no Coelho, e os atacantes Lucas Fernandes, que está no Atlético-PR, e Euller, do Londrina, e Maranhão, defendendo a Ponte Preta, terão a situação colocada para a comissão técnica.

Quem não vai ficar é o atacante Wellington Paulista, que está emprestado a Chapecoense, mas só tem contrato com o Fluminense até 31 de dezembro. O zagueiro Artur, que estava emprestado ao Paraná e tem mais um ano de contrato, terá o vínculo rescindido.

Dentro de campo a delegação viaja nesta sábado para Goiás. A equipe que vai enfrentar o Atlético-GO está indefinida. O lateral-esquerdo Leo e o meia Matheus Alessandro vão ser novidades na equipe, entrando, respectivamente, nas vagas de Marlon e Marcos Júnior, suspensos por acúmulo de cartões amarelos. Outras mudanças podem acontecer para Abel ampliar seu campo de observação.

Comentários

Fluminense estuda situação de emprestados; veja quem pode voltar ao time

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.