Pela cartilha de Guardiola e com 40 olheiros: como Manchester City garimpa e desenvolve promessas pelo mundo

Vladimir Bianchini, do ESPN.com.br

Divulgação
O volante Douglas, ex-Vasco, ao lado de Pep Guardiola no City
O volante Douglas, ex-Vasco, ao lado de Pep Guardiola no City

Um dos clubes mais ricos do mundo, o Manchester City investiu 249,3 milhões de euros (cerca de R$ 954,9 milhões) em contratações somente na última janela de transferências. Isso é possível não apenas pelas indicações feitas pelo técnico Pep Guardiola, mas também por um "time" de 40 analistas. O foco do trabalho é bem claro: garimpar e desenvolver promessas pelo mundo. Mas como isso é feito?


Parte dos contratados é aproveitada diretamente pelo City. Mas outra parte é repassada por empréstimo para outros clubes, onde vão ter mais chances de jogar e continuarão no radar da equipe inglesa.

"Na primeira temporada, Pep reuniu todos os scouts e disse o que esperava de cada posição. Em cima disso, vamos destrinchando as características técnicas, táticas, físicas e mentais. Nós vamos ver até quando ele não vai jogar para ver as ações fora do campo para analisar o caráter. Quanto mais informações você tem, menor será a chance de erros", disse Carlos Eduardo Santoro, brasileiro que é scout do Manchester City.

Em contato com a reportagem durante o "II Debate Pense Bola", em São Paulo, evento organizado pela empresa Think Ball, Santoro explicou como é o trabalho da equipe, cujo foco é monitorar todos os atletas que foram contratados pelo City.

"Todos os scouts precisam ver dois jogos no mês de dois jogadores diferentes emprestados. No mês seguinte, outros dois atletas. Por exemplo, se temos um jogador emprestado ao Celtic, por que eu vou comprar outro? Qual deles é o melhor? Se esse cara não atingir o nível do City a gente vende? Isso é muito importante".

“Dentro do clube temos um gerente de todos os jogadores emprestados. Ele compila informações para que a cada seis meses ele entregue para o diretor e o treinador do City", completou Santoro.

Guardiola se surpreende por ser citado pelo Brasil de 82: 'Seleção mais maravilhosa que existiu'

O nome do programa de desenvolvimento do City Football Group, grupo dono do City e de mais cinco clubes, é “Emergent Talents”. Por temporada, são contratados jovens talentosos entre 17 e 21 anos, que podem ir diretamente ao time inglês ou serem cedidos para outras equipes.

Atualmente, são 12 jogadores emprestados pelo City para agremiações da Europa, incluindo o brasileiro Douglas, que está no Girona-ESP.  A equipe espanhola,  que tem 40% das ações sob controle do CFG, disputa a primeira divisão.

OLI SCARFF/AFP/Getty Images
Gabriel Jesus saiu do Palmeiras diretamente para o City
Gabriel Jesus saiu do Palmeiras diretamente para o City

“Acompanhamos o Douglas desde a Série B pelo Vasco. Ele não era um grande destaque da base, mas tomamos a decisão de comprar junto com o Girona, que nos disse que o colocaria para jogar”.

“Ele não tinha feito mais do que 50 jogos no profissional. O Gabriel Jesus é exceção. Quantos tiveram um estágio em um clube menor na Europa até chegar a um estágio maior?”, explicou.

Além de Douglas, o City também cedeu  ao Girona os jogadores Alex Garcia, Marlos Moreno e Pablo Maffeo. Para que o sistema de empréstimos funcione, é importante que o time não seja rebaixado para segunda divisão espanhola.

“Para gente é um aprendizado de como conduzir por ser uma primeira divisão. A ideia é se manter na primeira divisão. Porque não conseguimos contratar um jogador de 12 milhões de euros para jogar na segunda divisão”, explicou.

Dentro da Inglaterra, o Manchester City também faz um trabalho de observação e captação de jovens. 

Guardiola destaca impacto de Jesus no City e defende dupla com Agüero

“Não podemos contratar um garoto europeu com  menos de 16 anos que não não seja inglês. Temos muitos scouts espalhados para trazer jogadores com 11 e 12 anos para nossa academia. O Phil Foden [meia de 17 anos] é um exemplo bacana. Ele veio com essa idade e estreou na Champions League semana passada”, finalizou.