Presidente do Olympiacos e mais 27 pessoas são condenadas pela justiça grega

Agência EFE

O presidente Vangelis Marinakis foi denunciado, junto com mais 27 pessoas, por um escândalo de combinação de resultados
O presidente Vangelis Marinakis foi denunciado, junto com mais 27 pessoas, por um escândalo de combinação de resultados Getty Images

O presidente do Olympiacos, Vangelis Marinakis, e mais outras 27 pessoas, incluindo dirigentes de mais clubes da primeira divisão da Grécia, jogadores e árbitros, foram condenados pela justiça do país de envolvimento em um escândalo de combinação de resultados.

Os mandatários do Atromitos, Yorgos Spanos, líder do campeonato nacional, e do Levadiakos, Yannis Kobotis, também serão processados, segundo decisão do Tribunal de Apelações de Atenas, noticiada nesta quarta-feira pela imprensa local.

Na lista também estão o ex-técnico do Veria e atual comandante do Standard de Liège, da Bélgica, Ricardo Sá Pinto, antigo atacante da seleção portuguesa.

Os juízes que avaliam o caso, no entanto, rejeitaram acusações apresentadas pelo Ministério Público, de fraude e extorsão para todos os implicados.

O presidente do Olympiacos, por sua vez, havia sido apontado pela promotoria como um dos mentores de um ataque à bomba contra uma padaria, propriedade de um árbitro. O tribunal, no entanto, descartou condenação por esse caso.

A investigação durou mais de dois anos, tendo chegado a proibir Marinakis de se envolver com qualquer atividade ligada ao esporte, o que o dirigente não acatou.

De acordo com os regulamentos esportivos da Grécia, se o presidente tiver a condenação confirmada, o Olympiacos, campeão nacional nas últimas sete temporadas, corre risco de rebaixamento para a segunda divisão, situação que seria inédita.

Comentários

Presidente do Olympiacos e mais 27 pessoas são condenadas pela justiça grega

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.