Nova regra faz maior competição de vela oceânica do mundo ter recorde na participação de mulheres

espnW.com.br

Nova regra na Volvo Ocean Race beneficia mulheres
Nova regra na Volvo Ocean Race beneficia mulheres Divulgação

A Volvo Ocean Race 2017/18, maior competição de vela oceânica do mundo, tem novidades neste ano: a regra para a composição dos barcos beneficia as equipes que colocarem mais atletas do sexo feminino. 

Times masculinos podem ter sete velejadores, um a menos do que na última edição. Para ter nove atletas a bordo, uma equipe deve escalar, no mínimo, duas mulheres. Grupos meio meio a meio precisam ter 10 velejadores, e embarcações só de mulheres, 11. O comandante pode definir a configuração da tripulação antes de cada etapa.

A regata de volta ao mundo, que começou no último dia 22, registra o maior número de mulheres velejando, incluindo as campeãs olímpicas Martine Grael (Brasil) e Tamara Echegoyen (Espanha). Ao todo, 17 mulheres integram as tripulações. 

''A nova regra da Volvo Ocean Race é uma porta aberta às meninas. Os homens velejam há anos juntos e a gente está entrando agora, aos poucos. Eles têm menos confiança na gente do que nos parceiros. Mas vamos devagar quebrando paradigmas na vela oceânica'', disse Martine Grael.

[]

A Volvo Ocean Race 2017/2018 é a 13ª edição da regata de volta ao mundo. A prova começou em Alicante, Espanha, e será concluída em Haia, Holanda. Sete embarcações percorrem 10 etapas, ligando 11 portos de escala, num percurso de 83 mil quilômetros.

Comentários

Nova regra faz maior competição de vela oceânica do mundo ter recorde na participação de mulheres

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.