Menina vence torneio masculino de golfe nos Estados Unidos, mas regra barra seu troféu

espnW.com.br

Emily Nash não ganhou classificação e troféu por ser menina
Emily Nash não ganhou classificação e troféu por ser menina Associated Press

Uma adolescente de 16 anos venceu um torneio regional classificatório masculino de golfe nos Estados Unidos, mas não recebeu o troféu nem a vaga para disputar a fase estadual. O motivo? A regra da Associação Interescolar de Esportes de Massachusetts estipula que meninas só podem jogar como parte de uma equipe, mas não em competições individuais com integrantes do time masculino.

"Eu, definitivamente, estou desapontada, mas entendo que existem regras em vigor. Eu não acho que as pessoas esperavam que isso acontecesse. Então, eles realmente não sabiam como reagir a isso. Nenhum de nós está bravo ou algo assim, mas definitivamente fiquei desapontada.

A regra foi criticada por especialistas em golfe e voluntários no torneio. O jornalista americano TJ Auclair, especializado na modalidade, se manifestou em seu blog. "É 2017. Esta regra parece que foi criada em 1917."

Em nota, Richard Pearson, diretor Executivo da Associação Interescolar de Esportes de Massachusetts, explicou a regra. Segundo ele, as meninas jogam na primavera e os meninos no outono, mas há muitos casos em que, no lado feminino, não tem jogadoras suficientes para montar uma equipe. Somente então elas podem competir individualmente.

"Para dar-lhes a chance de fazer parte de uma equipe, nós também permitimos que elas joguem com as equipes dos meninos no outono, onde sua pontuação só pode contar para o total da equipe. Conforme indicado no formato oficial, as meninas que jogam em uma equipe de garotos de outono não podem ser inscritas no torneio individual estadual dos meninos."

Comentários

Menina vence torneio masculino de golfe nos Estados Unidos, mas regra barra seu troféu

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.