Caio Souza fica em 15º, e chinês fatura o ouro no Mundial de ginástica

Agência Gazeta Press

Queda no cavalo com alças foi determinante para resultado de Caio Souza
Queda no cavalo com alças foi determinante para resultado de Caio Souza Ricardo Bufolin/CBG

Não deu para o brasileiro Caio Souza no Mundial de ginástica artística. Nesta quinta-feira, o ginasta do Brasil entrou em ação no Estádio Olímpico de Montreal, no Canadá, para a disputa da final do individual geral em sua primeira decisão em mundiais, mas sofreu com quedas e deixou a competição com um modesto 15º lugar. O ouro ficou com o chinês Xiao Routeng.

Caio Souza fez boa prova em alguns dos aparelhos e chegou a flertar com o pódio. No entanto, as quedas na barra fixa e no cavalo com alças acabaram comprometendo sua participação, que se encerrou com um 15º lugar.

Na somatória das notas, Caio teve 80.531 pontos. Ele abriu a disputa nas argolas garantindo 14.166 pontos. Na sequência, ele obteve 14.500 pontos no salto. Daí por diante, ele competiu nas paralelas (14.266), na barra fixa (12.133), no solo (13.900) e fechou no cavalo com alças, com 11.566 somados.

A medalha de ouro ficou com o chinês Xiao Routeng, que venceu uma acirrado duelo com o compatriota Lin Chaopan, que ficou com a prata. Kenzo Shirai, do Japão, completou o pódio.

A decisão do individual geral marcou uma nova era na categoria. Isto porque acabou com uma grande dinastia do japonês Kohei Uchimura, que reinava como número 1 do mundo desde 2009. Um dos grandes nomes da história da ginástica, ele vinha de uma sequência de seis títulos mundiais e duas medalhas de ouro olímpicas. No entanto, na etapa classificatória em Montreal, foi surpreendido por uma lesão no tornozelo esquerdo, que o fez deixar o competição.

Na fase classificatória, Caio Souza havia chegada à final com a 14ª posição, somando 81.548, sendo 14.483 no salto, 14.443 nas paralelas, 14.200 nas argolas, 14.033 no solo, 12.166 na barra fixa e 12.700 no cavalo com alças.

A participação brasileira no Mundial do Canadá segue nesta sexta-feira, quando Thaís Fidelis entrará em ação na final individual geral feminina a partir das 20h(de Brasília).

O Brasil ainda terá competidores nos dois dias seguintes. Às 14h(de Brasília) do sábado, Arthur Zanetti disputa o título nas argolas. Já no dia seguinte, no mesmo horário, Thaís Fidelis fecha a participação do Brasil fazendo a final em dois aparelhos: trave e solo.

Comentários

Caio Souza fica em 15º, e chinês fatura o ouro no Mundial de ginástica

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.