Guilherme diz que Santos mereceu a vitória e lamenta erros de passe

Agência Gazeta Press
Djalma Vassao/Gazeta Press
Guilherme não conseguiu fazer a diferença para o Atlético-PR
Guilherme não conseguiu fazer a diferença para o Atlético-PR

O atacante Guilherme lamentou a derrota sofrida para o Santos na noite deste sábado, por 1 a 0, entretanto, não crê que o Atlético-PR tenha tido uma má atuação coletiva. Na visão do jogador, que pertence ao Corinthians, o time acabou pecando nos detalhes, e relembrou o bom desempenho recente para garantir que o Atlético-PR seguirá firme na briga por uma vaga na Libertadores do próximo ano.

“A gente tem feito um final de primeiro turno e início de segundo muito bom. Nosso intuito aqui era vencer. Por uma questão de detalhe tomamos um gol, talvez faltou a gente ser mais incisivo ali no ataque, ser mais forte no último lance. É um resultado que o Santos mereceu, tiveram até mais chances no final. Agora é seguir o trabalho, porque ainda temos a meta de alcançar o G-6”, disse Guilherme ao Premiere após a partida.


O atacante também negou que o gol do Santos já na reta final do primeiro tempo tenha abalado a equipe, que foi para o intervalo em desvantagem. Ainda assim, Guilherme admitiu que os erros protagonizados pelos jogadores do Atlético-PR na etapa complementar não podem se repetir.

“A gente continuou conseguindo jogar, quando iniciou o segundo tempo tivemos um número grande de erros de passe até estabilizar novamente. É algo que não dá para explicar, vai do jogo, de cada um. Um erra, o outro acaba errando também, vira uma bola de neve. Aí no início do segundo tempo demorou para a gente reequilibrar o jogo, talvez tenha demorado para encontrarmos o jogo novamente, aí já era tarde”, completou.

O Atlético-PR terá uma semana inteira para trabalhar visando já o confronto contra o Atlético-MG, no próximo domingo, na Arena da Baixada, onde o time tentará se recuperar do revés somando três pontos diante de sua torcida. Na oitava colocação com 34 pontos, a intenção é não deixar os principais concorrentes se distanciarem na briga pelo G6.