'Avô' dos eSports modernos, 'StarCraft' quer cativar uma nova geração com sua versão remasterizada

Ryan Garfat/ESPN.com
A versão remasterizada de StarCraft possui a mesma jogabilidade de 1999, com melhorias apenas nos gráficos e sistema de partidas competitivas.
A versão remasterizada de StarCraft possui a mesma jogabilidade de 1999, com melhorias apenas nos gráficos e sistema de partidas competitivas. Distribuição/Blizzard

Como atualizar um jogo de 20 anos, visto como o "avô" dos eSports modernos, para torná-lo relevante e "novo em folha" sem abandonar a essência que fez os jogadores se apaixonaram por ele anos atrás?

Resposta: não mexa.

Esse foi o mantra que os desenvolvedores da Blizzard seguiram quando decidiram, há mais de um ano, remasterizar o sucesso de 1998, StarCraft: Brood War. Com base na contribuição de profissionais do passado, jogadores atuais e sua comunidade, o game foi "traduzido" para os tempos atuais.

"A primeira coisa que fizemos foi entrevistar pessoas interessadas e que realmente adoram Brood War", disse o cofundador da Blizzard Entertainment e presidente Mike Morhaime à ESPN norte-americana. "E todos nos disseram: 'não mexam com a jogabilidade. Não corrijam os erros. Não mudem nada. Não alterem a interface do usuário. Nós (entrevistados) acreditamos que o jogo é perfeito do jeito que é e, simplesmente, gostaríamos de ver gráficos melhores'".

Então, quando StarCraft: Remastered estreou em um evento em Busan, Coreia do Sul, no fim de semana passado, e que estará nos computadores de todo o mundo a partir de 14 de agosto, toda a jogabilidade soava familiar. Somente os gráficos, sistema de partidas, classificações e outros periféricos eram diferentes para converter o jogo para as expectativas de audiência atual. Você pode alternar entre gráficos HD e os originais com um simples botão, sem que haja qualquer perda do que está acontecendo.

"Nossa ordem primária foi 'não estragar o que a comunidade já ama'", disse Pete Stillwell, produtor de jogos clássicos da Blizzard.

A dedicação ao equilíbrio fez de StarCraft: Brood War um dos mais amados jogos de estratégia em tempo real na história. Ainda é considerado como o título mais equilibrado que já foi jogado profissionalmente.

StarCraft, e sua primeira expansão Brood War, tornaram-se realidade no trilho do sucesso de Warcraft II, e trouxe a ficção científica e os mapas interestelares para o mundo da estratégia da Blizzard. Morhaime disse que o jogo de cartas de fantasia Magic: The Gathering influenciou diretamente o desenvolvimento de StarCraft. Enquanto Warcraft continhas duas raças com qualidades similares, StarCraft criou três raças muito diferentes, inspiradas nas cores, decks e estratégias variadas de Magic, com forças e fraquezas complementares.

"Pensamos que poderíamos aplicar essa mesma filosofia à estratégia em tempo real", disse Morhaime.

Não demorou muito para que um cenário profissional do jogo surgisse no início dos anos 2000. Brood War, e seu sucessor StarCraft II, fez o nomes de jogadores importante como Lee "Flash" Young Ho e Lee "Jaedong" Jae Dong. Os dois foram os jogadores mais prolíficos em uma longa seleção de jogadores das ligas profissionais sul-coreanas.

StarCraft não era infalível, no entanto. A KeSPA StarCraft ProLeague, da Coreia do Sul, fechou suas portas em 2016 graças a baixa audiência, e a percepção de StarCraft como um eSport viável estava condenada em um crescente ecossistema de jogos.

"Nós apoiamos o StarCraft há muito tempo e não acho que o jogo seja dependente da ProLeague ", disse Morhaime. "O cenário sul-coreano de StarCraft já estava lutando há um longo tempo, então realmente não foi uma surpresa para a maioria das pessoas atentas que a KeSPA, eventualmente, decidisse extinguir a ProLeague. Você teve todos os melhores jogadores e altas quantias de dinheiro na Coreia do Sul, mas a maioria da audiência fora do país não estava na mesma sintonia. O fim da Pro League foi muito decepcionante. Foi uma situação muito difícil para a comunidade de StarCraft II. Mas, na verdade, era necessário acontecer em algum momento. Era inevitável".

StarCraft: Brood War tem se mantido popular na Coreia do Sul nas últimas duas décadas.
StarCraft: Brood War tem se mantido popular na Coreia do Sul nas últimas duas décadas. Distribuição/Blizzard

Morhaime diz que Brood War em sua forma atual ainda é um dos 10 melhores títulos da Coreia do Sul e é o jogo de estratégia em tempo real mais popular do país. Então, enquanto a irmã mais brilhante, StarCraft II não despertou o interesse, a velha escola Brood War manteve sua reputação e audiência. A versão remasterizada de StarCraft tem o potencial de revigorar os fãs nostálgicos e trazer uma nova safra de jogadores muito jovens quando Brood War estava em seu apogeu.

"O jogo tem se mantido nos últimos 20 anos e não tivemos uma atualização importante por muito tempo", disse Morhaime. "O jogo não é suportado por nossa tecnologia de rede moderna, não é jogável na nova Battle.Net, por isso todos nossos jogadores estão meio que desconectados da comunidade da Blizzard. Queremos que as pessoas possam jogar StarCraft ainda por muito tempo, por isso demos ao jogo uma revisão gráfica e tornamos tudo mais bonito ainda com jogabilidade original que as pessoas adoram".

Brood War Remastered receberá uma grande reentrada em Busan, próximo de onde ocorreram alguns dos momentos mais emblemáticos da história dos eSports. Se a Blizzard acertou na remodelagem, este versão vai encantar os profissionais e amadores para as gerações vindouras.

"O sucesso a longo prazo é ver alguém jogando e competindo neste jogo nos últimos 20 anos e não estar relegado a um museu como um exemplo de um ótimo RTS", diz Stillwell.

Comentários

'Avô' dos eSports modernos, 'StarCraft' quer cativar uma nova geração com sua versão remasterizada

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.