Treinos abertos, tarde de autógrafos e mais de mil dispensas: como é a pré-temporada da NFL

ESPN.com.br

Torcedores acompanham Cam Newton em treinamento
Torcedores acompanham Cam Newton em treinamento Charlotte Observer Tribune News Service

Neste sábado, às 18 horas (de Brasília), o Arizona Cardinals será a primeira equipe a voltar aos treinamentos, visando a temporada 2017 da NFL. Trata-se do início da pré-temporada da liga, época em que as franquias aproveitam para reforçar suas ligações com os torcedores, e muitos jogadores veem os sonhos se desfazerem.


Para os torcedores, trata-se de uma oportunidade única. Enquanto os ingressos para os jogos da temporada são caros, os trabalhos da pré-temporada são gratuitos e ainda dão oportunidade do torcedor conseguir um autógrafo do ídolo. 

Enquanto isso, o inchado elenco dos times terá uma grande disputa entre jogadores para chegarem empregados à tarde do dia 3 de setembro. 

  • A festa do povo

Cada equipe costuma programar entre 15 e 20 sessões de treinos abertas ao público. Como não há cobrança de ingresso, é frequente a cena de milhares de torcedores aguardando a abertura dos portões para garantirem um bom lugar, mais próximo aos ídolos.

Astros como Von Miller atendem fãs na beira do campo
Astros como Von Miller atendem fãs na beira do campo John Leyba/Denver Post/Getty

Os times ainda garantem que alguns dos astros fiquem um tempo após as atividades para distribuir autógrafos aos torcedores, e até promovem ações especiais, geralmente envolvendo crianças.

No caso dos Cardinals, por exemplo, foi criado um setor especial para receber os jovens torcedores, com um circuito feito com obstáculos infláveis, brincadeiras de lançar bolas, e até um “mini-combine”, para testar as habilidades das crianças. Além disso, alguns deles, entre 2 e 12 anos, terão oportunidade de ficar lado a lado com os jogadores após o treinamento.

Além de garantir a futura base de fãs, as franquias aproveitam para faturar com seus torcedores. Nos locais, lojas vendem todos os tipos de produtos licenciados, além de pacotes de ingressos para quem quiser acompanhar também a temporada regular.

  • Longe do Texas

Das 32 franquias, apenas duas equipes não farão suas pré-temporadas fora de seus estados, sendo ambas do Texas. O Dallas Cowboys começará sua preparação em Oxnard, na Califórnia, e o torcedor texano só poderá ver Dak Prescott, Ezekiel Elliott e companhia entre os dias 21 e 29 de agosto, quando treinarão em Frisco.

Realidade virtual; veja como funcionou a entrevista de Everaldo Marques com Cairo Santos

O Houston Texans é outro time que irá viajar, treinando entre 25 de julho e 17 de agosto no luxuoso e histórico resort The Greenbrier, no estado da Virgínia Ocidental. O Houston Methodist Training Center, que foi a casa da preparação dos Texans desde o surgimento da franquia, só passará a ser utilizado após o dia 21, com apenas duas atividades abertas programadas até o momento.

A opção dos Texans revoltou seus torcedores, que questionaram o “afastamento” neste ano. Fugir do calor do Texas nesta época do ano é apontada como uma das motivações, mas a franquia não deu explicações sobre a escolha.

  • Quem é que fica?

A NFL permite que as franquias tenham até 90 jogadores em seus elencos na pré-temporada, mas apenas 53 deles sobreviverão ao corte que acontecerá entre os dias 2 e 3 de setembro. 

Dos 90 jogadores, apenas 53 ficam para a temporada
Dos 90 jogadores, apenas 53 ficam para a temporada Josh Lefkowitz/Getty Images Sport

Até o ano passado, os clubes tinham que deixar apenas 75 jogadores antes do último amistoso da pré-temporada, e então tinham prazos distintos para a definição do elenco final. Em 2017, um acordo determinou que exista apenas um corte, após o último teste, e com uma data única para todas as franquias.

O fim do sonho para cerca de 1.184 jogadores (considerando que todas as franquias testem 90 atletas) acontece de forma direta, sem delongas. O desligamento costuma acontecer através de uma simples ligação de um dirigente avisando que decidiram “deixar ele ir embora”.

Rookie do Atlanta Falcons, Duke Riley puxa SUV durante pré-temporada

Logo após o comunicado começa um processo que conta com a retirada do nome do jogador do armário utilizado, o empacotamento dos itens pessoais e a devolução do livro de jogadas. O clube se encarrega de acertar o retorno do jogador à cidade em que mora, com a compra da passagem, mas poucos terão a oportunidade de ao menos dar adeus aos treinadores.

Comentários

Treinos abertos, tarde de autógrafos e mais de mil dispensas: como é a pré-temporada da NFL

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.