Melo espera incentivar juvenis com sua conquista em Wimbledon

Agência Gazeta Press
Melo e Kubot ganharam o título em Wimbledon
Melo e Kubot ganharam o título em Wimbledon Getty

Marcelo Melo conquistou seu quinto título da atual temporada no último sábado. E não foi qualquer título. Após 4 horas e 39 minutos de partida contra o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic, o brasileiro, ao lado do polonês Lukasz Kubot, se sagrou campeão na chave de duplas de Wimbledon, se tornando o primeiro tenista do Brasil a erguer o troféu na grama britânica.

Começando a digerir o feito histórico, o mineiro de Belo Horizonte espera que sua vitória possa servir de incentivo para a nova geração do esporte no Brasil.

Desde o fim da carreira de Gustavo Kuerten, o Guga, que conquistou Roland Garros três vezes, o tênis brasileiro carece de um grande ídolo. Embora Bruno Soares seja dono de dois títulos de Grand Slam (Aberto dos EUA e Aberto da Austrália) na chave de duplas, a conquista de Marcelo Melo pode ter um impacto bem maior, já que o ‘Girafa’ faturou o título no torneio de maior prestígio do planeta.

“[Esse título] é muito importante para os juvenis acreditarem que dá para chegar lá. A estrutura às vezes não é a ideal, mas é possível. Agora, o mais importante é tentar aproveitar o máximo possível. Do jeito que a CBT [Confederação Brasileira de Tênis] está estruturada, vem buscando ajudar, vai dar para aproveitar mais. O importante é tentarmos buscar mais títulos pra incentivar quem tá começando”, afirmou Marcelo Melo.

Além de tentar inspirar a nova geração do tênis brasileiro com suas conquistas, o atleta mineiro também comentou sobre algumas medidas da Confederação Brasileira de Tênis para ambientar alguns tenistas juvenis no profissional. A ida de alguns deles para viagens da Copa Davis com a seleção brasileira é um exemplo.

“Na Copa Davis foram alguns juvenis. O mais importante é ir usando os jogadores atuais e os ex-jogadores juntos no tênis. É importante todos estarem juntos em uma causa só, falarem bem do tênis. Se a gente conseguir juntar essa meninada com a gente, os resultados, com certeza, virão. Você vê a Argentina, a Espanha, a França… os ex-jogadores estão envolvidos com o tênis. Todo mundo pode melhorar”, concluiu o ‘Girafa’.

Comentários

Melo espera incentivar juvenis com sua conquista em Wimbledon

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.