Santos cita decisão favorável da Fifa contra Barça e Neymar, mas promete recorrer para obter indenização maior

Neymar e o Barcelona são réus em uma ação movida pelo Santos
Neymar e o Barcelona são réus em uma ação movida pelo Santos Power Sport Images/Getty Images

Apesar de a empresa que cuida da carreira de Neymar tem anunciando na última quarta-feira que a Fifa rejeitou o processo movido pelo Santos contra o atacante o Barcelona, a diretoria da equipe da Vila Belmiro comunicou em nota que a decisão foi favorável, mas que não está satisfeita. Assim, anunciou que recorrerá novamente a entidade máxima do futebol para obter uma indenização maior.

A ação foi movida em  27 de maio de 2015 pelo Santos  juntamente a corte arbitral da FIFA contra o Barcelona e Neymar alegando possíveis irregularidades e prejuízos na negociação do atleta com o clube espanhol. E a resposta foi dada nesta quinta-feira, segundo o clube.

"Hoje, a Fifa comunicou sua decisão que julgou procedente em parte a arbitragem. De acordo com a decisão do árbitro único, o Barcelona foi condenado a pagar ao Santos o valor de dois milhões de euros [R$ 7,3 milhões], mais juros de 5% ao ano desde 31 de maio de 2015", escreveu em nota.

 "A Fifa comunica apenas o resultado final. Por isso não conhecem os fundamentos jurídicos que o tenham justificado. Entretanto, em que pese o fato de a demanda arbitral ter sido julgada procedente em parte, o Santos considera que os argumentos apresentados à Fifa são sólidos e suficientes para uma indenização de valor maior do que a condenação já estabelecida contra o Barcelona", prosseguiu o comunicado.

Sacrifício de Vanderlei, pênaltis defendidos e gol no fim: a vitória do Santos sobre o Atlético-MG

Na nota, o Santos informa que tem convicção que pode receber uma indenização maior. Para recorrer, o clube terá de apresentar uma petição ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), cuja sede fica em Zurique, e é uma instância superior à Fifa.
 
 A NN Consultoria, empresa que cuida da carreira e da imagem de Neymar, informou na última terça-feira que o processo havia sido rejeitado.  “Em decisão publicada hoje [terça-feira], a entidade máxima do futebol mundial julgou improcedente todos os pedidos do clube brasileiro em ação movida contra Neymar Jr, seu pai e o FC Barcelona”, divulgou a empresa, que não apresentou o documento oficial da Fifa.

  • Confira a nota oficial do Santos

"No dia 27 de maio de 2015, Santos Futebol Clube (SFC) requereu o início de uma demanda arbitral diante da FIFA contra o Futebol Club Barcelona (FCB) e outros (conjuntamente indicados como Demandados), cujo objeto era a transferência do jogador Neymar Jr ao FCB. Hoje, a FIFA comunicou sua decisão que julgou procedente em parte a arbitragem. De acordo com a decisão do árbitro único, o FCB foi condenado a pagar ao SFC o valor de dois milhões de euros, mais juros de 5% ao ano desde 31 de maio de 2015.

A FIFA comunica apenas o resultado final. Por isso não conhecem os fundamentos jurídicos que o tenham justificado. Entretanto, em que pese o fato de a demanda arbitral ter sido julgada procedente em parte, SFC considera que os argumentos apresentados à FIFA são sólidos e suficientes para uma indenização de valor maior do que a condenação já estabelecida contra o FCB.

Assim, SFC tem a convicção sobre seus direitos e tem provas mais do que suficientes das graves violações perpetradas pelos Demandados. Nesse sentido, em sua decisão de 4 de maio de 2017, o juiz espanhol – Juez de Instrucción Central de España del Procedimiento Abreviado Penal No. 62/2015 -, considerou que os Demandados  “descumpriram” contumazmente as normas da FIFA. Em consequência, SFC recorrerá ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), em Zurich, que é a instância superior às decisões da FIFA, para que o TAS resolva as questões em litígio e o SFC confia em obter uma decisão ainda mais favorável no TAS."

Comentários

Santos cita decisão favorável da Fifa contra Barça e Neymar, mas promete recorrer para obter indenização maior

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.