'Counter-Strike’: Às vésperas do major, SK vence ESL One Cologne e conquista 5º título do ano

SK Gaming vence ESL One Cologne e conquista 5º título do ano

O PGL Krákow Major se aproxima e a SK Gaming segue dominante. A equipe brasileira conquistou o seu quinto título de 2017 ao vencer a Cloud9 na decisão da ESL One Cologne, diante de mais de 14 mil espectadores presentes.

Gabriel “FalleN” Toledo e companhia fizeram 3-0, com 16-9 na Cobblestone, 16-12 na Train e 16-14 na Inferno. Com o resultado, a SK levou US$ 100 mil para a casa. Vice-campeã, a C9 ficou com US$ 40 mil.

O resultado vem uma semana antes do início do PGL Krákow Major, principal competição do meio da temporada. A SK chega no torneio como favorita, principalmente após conquistar consecutivamente os três últimos torneios que disputou: finais da terceira temporada da ECS, DreamHack Summer e ESL One Cologne.

Raio-X da partida

Começando como terrorista na Cobblestone, a SK foi dominante. Com Marcelo “coldzera” David inspirado, a equipe brasileira não encontrou dificuldades para bater os norte-americanos, abrindo 10-2 com facilidade. Depois de perder três consecutivos, o primeiro tempo terminou em 10-5.

Depois da virada, a C9 endureceu o jogo, vencendo os três primeiros rounds. A SK acordou e logo tratou de levar os três subsequentes. A C9 voltou a pontuar, mas parou por ai. Com novos três pontos seguidos, os brasileiros fecharam o jogo em 16-9.

Reconhecidamente CT, a Train de Cloud9 e SK foi terrorista. Começando no lado ofensivo, a equipe de Jordan “n0thing” Gilbert foi quem deu as cartas na primeira etapa, mesmo após um começo bem equilibrado. Com boas execuções, os norte-americanos terminaram na frente por 10-5.

No segundo tempo, vez da SK. Depois de conseguir um pistol round pela primeira vez na série, os brasileiros embalaram uma bela sequência de 10 pontos consecutivos e chegaram ao match point. A C9 conseguiu defender o ponto duas vezes, mas não foi o suficiente. No final, 16-12 para a SK.

A boa dose de emoção veio na Inferno. Como terrorista, a SK saiu atrás do placar por 1-9, atestando a vantagem defensiva do mapa. Sem cair no nervosismo, os brasileiros conseguiram diminuir a vantagem para 5-10 no intervalo.

Depois da virada de lados, a SK foi quem tomou conta da partida. A equipe brasileira não demorou a empatar e virar a partida. Timothy “autimatic” Ta e companhia responderam tomando de volta a vantagem e beirando o match point, mas não foi o suficiente. A SK levou os últimos quatro rounds e fechou a partida em 16-14 e a série em 3 a 0.

Comentários

'Counter-Strike’: Às vésperas do major, SK vence ESL One Cologne e conquista 5º título do ano

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.