No futebol, Red Bull também tem sua 'Toro Rosso' e a equipe principal

ESPN.com.br

Naby Keita custou 15 milhões de euros ao Leipzig
Naby Keita custou 15 milhões de euros ao Leipzig Getty
Há mais de dez anos, a Red Bull estabeleceu-se com sucesso no futebol.

Afinal, o Red Bull Salzburg tornou-se dominante e venceu sete vezes o Campeonato Austríaco no período. Sem gastar cifras astronômicas e formando jovens com sucesso, o clube conquistou seu espaço e se firmou no futebol.


Também em 2006 apareceu o New York Red Bulls; no ano seguinte, veio o Red Bull Brasil. Porém, nenhuma deles conseguiu o mesmo sucesso esportivo que o exemplo vindo da Áustria.

O posto de principal clube da marca, porém, teria seus dias contados. Em 2016-17, o RB Leipzig conseguiu o vice-campeonato alemão logo em sua primeira participação na Bundesliga. Tal desempenho veio depois de a equipe ter saltado da quinta à primeira divisão em apenas sete anos.

Em meio ao crescimento meteórico do time e presente em uma das ligas mais importantes do mundo – que não é o caso da austríaca -, o Leipzig virou o carro-chefe e passou a ser reforçado com destaques do Salzburg.

Ainda que o time austríaco tenha conseguido o título da liga nacional, foi logo após ter perdido dois atletas importantes no mercado de 2016 para seu ‘parceiro/concorrente’. Um deles foi o meio-campista Naby Keita, contratado por 15 milhões de euros e que virou um dos destaques do Leipzig. Não à toa, o jornal Daily Mirror apontou nesta sexta-feira que o Liverpool está pronto para fazer uma proposta de 70 milhões de libras (R$ 300 milhões na cotação atual) pelo atleta de 22 anos. A situação foi a mesma do versátil brasileiro Bernardo, que atua de zagueiro, lateral e volante. Ele foi da Áustria para a Alemanha por 6 milhões de euros.

Já no meio da temporada, em janeiro, o Leipzig tirou Dayot Upamecano do Salzburg, pelo qual pagou 10 milhões de euros. Em solo germânico, ele seria titular na reta final – atuou os 90 minutos em cinco do seis confrontos derradeiros.

Mudou a temporada, e a realidade continuou a mesma. Isso porque o clube alemão anunciou a chegada do meio-campista Konrad Laimer, de 20 anos, que foi eleito o melhor jogador do último Campeonato Austríaco pelo Salzburg.

Laimer terá a missão de ajudar o Leipzig na disputa na fase de grupos da Uefa Champions League, algo que o Salzburg nunca conseguiu – a equipe sempre parou nas fases preliminares, tendo sido eliminado nos playoffs em três oportunidades.

Assim, a realidade entre os dois principais clubes de futebol da Red Bull ganhou alguma similaridade quanto ao que acontece na Fórmula 1, com a Red Bull Racing, equipe principal, e Toro Rosso, escuderia de segunda linha da companhia. 

Vettel, em tempos da Red Bull
Vettel, em tempos da Red Bull Getty
Sebastian Vettel, Daniil Kvyat, Daniel Ricciardo e Max Verstappen passaram pela Toro Rosso, que disputa a Fórmula 1 desde 2006, antes de irem para a RBR. Os dois últimos, por sinal, formam a dupla atual da principal equipe da empresa de energéticos.

Já que é para fazer um paralelo, a Red Bull espera ter no RB Leipzig o seu Sebastian Vettel, tetracampeão mundial da F-1 entre 2010 e 2013, do futebol. Por que não sonhar?

Comentários

No futebol, Red Bull também tem sua 'Toro Rosso' e a equipe principal

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.