Do Cucabol à jogadaça, Palmeiras bate o Fluminense e volta a vencer no Brasileirão

ESPN.com.br
Confira os gols da vitória por 3 a 1 do Palmeiras sobre o Fluminense 

Xô, pressão!

Depois de quatro rodadas, o Palmeiras fez as pazes com a vitória. Jogando em casa e empurrado pela torcida, o time alviverde até tomou sustos, mas conseguiu bater o Fluminense por 3 a 1.

Alejandro Guerra colocou os paulistas em vantagem, Henrique Ceifador deixou tudo igual, mas Keno e Róger Guedes garantiram o triunfo.

O Palmeiras vai agora a 7 pontos e assume ao menos momentaneamente a 8ª colação. Já o Fluminense continua com 10 e fica em 5º.

Os dois times voltam a campo no meio de semana. Na quarta-feira, a equipe alviverde faz o clássico paulista contra o Santos na Vila Belmiro. Na quinta, o Flu recebe o Grêmio no Maracanã.

  • Cucabol

Pressionado por quatro rodadas sem vitória, o Palmeiras abriu o placar logo aos 9 minutos de jogo. E no melhor estilo ‘Cucabol'.

Em cobrança de lateral pela esquerda, Zé Roberto colocou a bola no meio da área, Willian desviou e Alejandro Guerra apareceu na marca do pênalti para encher o pé e estufar as redes do goleiro Júlio César.

  • Ceifador

Dez minutos depois, porém, o Fluminense respondeu. E com o artilheiro do Brasileirão.

Calazans recebeu pela esquerda, ganhou na velocidade de Jean e rolou para trás. Henrique Ceifador apareceu para pegar de primeira e marcar seu sétimo gol em apenas seis jogos até aqui na competição.

Na comemoração, ele fez o tradicional gesto do ‘Ceifador', passando o dedo no pescoço. Felipe Melo não gostou, foi tirar satisfações e quase começou uma briga em campo.

Grato ao Palmeiras, Henrique fala sobre derrota, explica comemoração e embate com Felipe Melo
  • Jogadaça

Se o primeiro gol palmeirense foi à base do Cucabol, o segundo veio em uma verdadeira jogadaça do Palmeiras.

Aos 40 minutos do primeiro tempo, Róger Guedes deixou dois marcadores pelo caminho, entrou na área pela direita e deixou Keno na boa para mandar para as redes.

  • Assim não, artilheiro!

No fim, o Palmeiras ainda teve o que ‘agradecer' a Henrique Ceifador.

Apesar de marcar um gol, o artilheiro do Brasileirão desperdiçou uma chance claríssima de deixar tudo igual mais uma vez.

Logos aos 43, ele recebeu nas costas do zagueiro e ficou cara a cara com Fernando Prass, mas tentou um chute rasteiro, pegou mal na bola e acabou ‘recuando' para o goleiro alviverde.

Veja a discussão entre Felipe Melo e Henrique Dourado após o gol do Fluminense
  • São Prass!

Se estava sendo criticado nas últimas partidas, Fernando Prass salvou o Palmeiras neste sábado.

Além da defesa - facilitada, é verdade - no lance de Henrique Ceifador, o goleiro palmeirense garantiu a vitória nos acréscimos do segundo tempo com uma defesaça à queima roupa em cabeçada de Marcos Júnior.

Prass valoriza vitória, nega que tenha perdido a confiança e aprova sua atuação
  • Quem não faz...

Toma!

Se o Flu não conseguiu empatar, acabou tomando o terceiro já no último lance da partida. Em contra-ataque, o zagueiro Juninho lançou Róger Guedes, que ganhou na velocidade e bateu cruzado para dar números finais ao jogo.

Para Antero, vitória pode dar início à reviravolta do Palmeiras: 'É o caminho de subida'

PALMEIRAS 3 x 1 FLUMINENSE

10/6 - ALLIANZ PARQUE (SÃO PAULO-SP)
ÁRBITRO: André Luiz de Freitas Castro (GO);
RENDA: R$ 2 126 138,83;
PÚBLICO: 33 066;
GOLS: Guerra 9, Henrique Dourado 18 e Keno 40 do 1º; Roger Guedes 48 do 2º; CARTÕES AMARELOS: Felipe Melo, Zé Roberto, Roger Guedes e Michel Bastos (Palmeiras); Henrique Dourado e Henrique (Fluminense)

PALMEIRAS: Fernando Prass (6,5), Jean (5) (Thiago Santos, intervalo (6)), Edu Dracena (6), Juninho (6) e Zé Roberto (6,5); Felipe Melo (6) (Fabiano 21 do 2º (5,5)), Tchê Tchê (6) e Guerra (6,5); Roger Guedes (7,5), Willian (6) e Keno (6,5) (Michel Bastos 35 do 2º (6)). TÉCNICO: Cuca

FLUMINENSE: Júlio César (5), Lucas (5,5), Reginaldo (5,5), Henrique (5) (Marcos Júnior 30 do 2º (5)) e Léo (5); Luiz Fernando (s/n) (Nogueira 5 do 1º (5,5)), Wendel (6), Marquinho (5) (Matheus Alessandro 17 do 2º (5,5)) e Gustavo Scarpa (5,5); Henrique Dourado (6,5) e Marcos Calazans (6,5). TÉCNICO: Abel Braga

Comentários

Do Cucabol à jogadaça, Palmeiras bate o Fluminense e volta a vencer no Brasileirão

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.