Se ganhasse hoje Roland Garros, Guga faturaria quase quatro vezes mais que no seu 1º título, há 20 anos

ESPN.com.br
Getty
Guga com o troféu de Roland Garros, em 1997
Guga com o troféu de Roland Garros, em 1997

Em 1997 um garoto alto, magro, de roupas coloridas e jeito despojado surpreendia o mundo do tênis. Seu nome, Gustavo Kuerten, o Guga.

Em duas semanas, o brasileiro se tornava de completo desconhecido a nova sensação, conquistando seu primeiro de três títulos de Roland Garros.

Neste 20 anos que se passaram, Guga chegou ao topo do ranking mundial, venceu os maiores tenistas de sua época, sofreu com lesões, se aposentou.

Nestes 20 anos que se passaram, tudo, ou melhor, quase tudo, permanece completamente igual na terra batida francesa. Quase porque uma coisa mudou, e muito: a premiação.

Em 1997, Guga levantou o troféu e levou para casa US$ 644,006 mil (pouco mais de R$ 2 mi na conversão atual). Em 2017, o felizardo que conquistar o Grand Slam francês, além da escultura de metal, ganhará o prêmio de US$ 2,348 mi (mais de R$ 7,5 mi).

Almagro fica em prantos por ter que abandonar jogo em Roland Garros e é consolado por Del Potro

Ou seja, a recompensa dada neste ano é cerca de 3,75 vezes maior.

Em contraste, a estrutura do Stade Roland Garros segue o ar rústico de Paris. Enquanto muitos outros complexos de tênis inauguraram novas quadras, as únicas mudanças no no complexo francês foram nos nomes.

A quadra central, em 2001, passou a se chamar Philippe Chatrier, em homenagem ao ex-tenista francês da década de 1980. Já a segunda maior quadra, que até 1996 se chamava Court A, passou a homenagear Suzanne Lenglen.

Getty
A quadra central de Roland Garros
A quadra central de Roland Garros

Inclusive, essa é a construção mais recente do complexo: foi finalizada em 1994. Antes, a terceira maior quadra de Roland Garros, foi construída na década de 1980. Até hoje não existe nenhuma quadra coberta e tampouco com iluminação artificial

Por isso, é comum que partidas começadas já no fim da tarde, sejam terminadas apenas no dia seguinte, por falta de luz, ou então que todos os jogos sejam interrompidos em caso de chuva.

Se Guga entrasse hoje na "2 Avenue Gordon Bennett, 75016 Paris, França", provavelmente conseguiria reconstruir todos os seus paços de forma idêntica à 1997.

Ou melhor, quase todos os seus passos, com exceção ao cheque de premiação.

Comentários

Se ganhasse hoje Roland Garros, Guga faturaria quase quatro vezes mais que no seu 1º título, há 20 anos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.