Ídolo no Flu, Gilson Gênio morre aos 59 anos vítima de câncer

ESPN.com.br
Gazeta Press
Gilson Gênio chegou a dirigir o time principal do Fluminense de forma interina
Gilson Gênio chegou a dirigir o time principal do Fluminense de forma interina

O futebol brasileiro acordou mais triste neste domingo. Aos 59 anos, Gilson Gênio não resistiu à batalha contra um câncer colorretal e morreu no Rio de Janeiro.

Gilson estava doente desde 2014, mas teve o quadro agravado nos últimos meses por uma infecção urinária que acabou gerando insuficiência renal. As informações foram confirmadas pela família ao Globoesporte.

Revelado pelo Fluminense, Gílson ganhou o apelido Gênio da torcida tricolor. Gostou e o adotou. Nas Laranjeiras, fez história na década de 70 como o ponta-esquerda da Máquina Tricolor, que conquistou o bicampeonato carioca entre 75 e 76.

Depois, passou por clubes como Bahia, América-RJ, Grêmio (fez parte do time campeão da Libertadores) e ainda ajudou a levar o Bangu à final do Brasileirão.

Chegou a ser técnico depois de encerrar a carreira, treinando as categorias de base do Fluminense - e até o time principal, de maneira interina.

Comentários

Ídolo no Flu, Gilson Gênio morre aos 59 anos vítima de câncer

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.