'Precisamos descobrir o que está errado', diz Hamilton após ser apenas 14º em Mônaco

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Getty
Lewis Hamilton, da Mercedes, em treino para o GP de Mônaco
Lewis Hamilton, da Mercedes, em treino para o GP de Mônaco

O treino classificatório para o Grande Prêmio de Mônaco foi surpreendente. Além da quebra de jejum de Kimi Raikkonen, que não conquistava uma pole há nove anos, Lewis Hamilton, tricampeão da categoria, enfrentou problemas em sua Mercedes e não conseguiu chegar sequer à fase final da atividade.

Após cometer alguns erros em voltas rápidas durante o Q2, Hamilton reclamou da falta de aderência em sua Mercedes. Ao final da segunda parte do treino classificatório, Stoffel Vandoorne acabou batendo, e o britânico não pôde melhorar seu tempo. Dessa maneira, o tricampeão acabou na 14ª colocação.

Por isso, Hamilton exaltou a necessidade da Mercedes entender o que está errado com o carro. "Eu teria lutado para estar entre os cinco primeiros colocados se tivesse conseguido a classificação ao Q3. Precisamos descobrir o que está errado com o carro", declarou o tricampeão.

A situação de Hamilton será menos pior já que Jenson Button foi punido com a perda de 15 posições por uma troca de motor. Assim, sairá em 13º. Mesmo assim, o piloto da Mercedes pode ver a diferença para Sebastian Vettel, líder do campeonato, aumentar, já que o alemão sairá em segundo, e tem seis pontos de vantagem no Mundial.

Comentários

'Precisamos descobrir o que está errado', diz Hamilton após ser apenas 14º em Mônaco

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.