Polivalente, Éder Militão comemora estreia pelo São Paulo

Gazeta Press
Antero faz alerta a Rogério Ceni: 'Que tenha sensibilidade de perceber se o grupo está fechado com e

O cenário é de crise no São Paulo, mas ao menos o jovem Éder Militão vive momentos de alegria no clube. Jovem da base tricolor, o defensor fez sua estreia pelo time principal no último domingo, contra o Cruzeiro, pelo primeiro jogo do clube no Campeonato Brasileiro.

A partida terminou 1 a 0 para a Raposa, mas o camisa 13 considera que fez um bom papel

"Acho que foi uma boa estreia, apesar do resultado negativo. Fiquei um pouco ansioso antes do jogo, mas depois passou. O Lugano e outros companheiros me passaram confiança e fiquei mais tranquilo. Fiz o simples, segui as orientações do Rogério e acredito que deixei uma boa impressão. Agora estou mais confiante, porque senti o primeiro jogo e sei o que precisa ser feito daqui para frente", disse o atleta.

Com Pratto como garoto propaganda, São Paulo anuncia novos patrocínios; veja

Militão chegou ao São Paulo aos 13 anos de idade, quando começou a treinar no CFA Laudo Natel. Hoje camisa 13 do time principal, o defensor se destaca pela polivalência entre volante e zagueiro, característica semelhante à de Rodrigo Caio.

"Acho importante ter esta variação, sendo na zaga ou no meio de campo. Gosto das duas posições, alternei bastante na base durante a minha passagem pelo CFA e aprendi muito com esta experiência", afirmou Militão, que tem o futebol no sangue.

Ju Cabral conta experiência com treinadores que perderam a confiança do grupo

"Sempre joguei bola na infância, e as coisas aconteceram naturalmente. Como tinha tranquilidade na saída de bola, também jogava como volante. E foi assim que passei nos testes para entrar nas categorias de base do clube. A minha formação no CFA, antes de chegar ao CT da Barra Funda, foi fundamental para que esta oportunidade com o Rogério fosse possível", finalizou Militão.

Promovido por Rogério Ceni recentemente, o atleta já havia integrado o elenco profissional entre janeiro e março de 2016, com Edgardo Bauza.

Ju Cabral questiona: 'Rogério foi colocado ali por conta das boas ideias ou porque mudaria o foco?'

O defensor tem títulos nas categorias de base do clube e pela seleção brasileira: Copa RS Sub-17 (2015), Campeonato Paulista Sub-17 (2015), Torneio de Suwon Sub-17 pela Seleção Brasileira (2015), Campeonato Paulista Sub-20 (2016) e Copa do Brasil Sub-20 (2016).

Comentários

Polivalente, Éder Militão comemora estreia pelo São Paulo

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.