Nos pênaltis, Novo Hamburgo quebra hegemonia do Internacional e conquista Gaúcho pela 1ª vez

ESPN.com.br
Veja os gols de Novo Hamburgo (campeão) 1 (3) x (1) 1 Internacional

O Novo Hamburgo é campeão gaúcho pela primeira vez em 104 anos de história. Dono da melhor campanha durante toda competição, o clube alviceleste derrotou o poderoso Internacional nos pênaltis por 3 a 1 após empatar por 1 a 1 no tempo normal, no estádio Centenário, em Caxias do Sul, neste domingo, para erguer a taça.

O grande herói da disputa foi o goleiro Matheus Cavichioli, que defendeu duas cobranças.

Com isso, o clube de Porto Alegre perde uma hegemonia de seis títulos seguidos no Estadual. Desde 2000, um time fora da dupla Gre-Nal não vencia o Campeonato Gaúcho. O Caxias, comandado por Tite, foi o último a faturar a competição. 

  • Final fora de casa

Apesar de ser o melhor time durante a competição, o Novo Hamburgo precisou mandar a partida decisiva longe do Estádio do Vale. O local tem capacidade para 5,5 mil torcedores, enquanto o mínimo exigido pela Federação Gaúcha de Futebol era de 10 mil lugares. Como as arquibancadas móveis colocadas pelo clube foram reprovadas pelos bombeiros, o duelo foi transferido para o Centenário, em Caxias do Sul.

  • Goleiro no sacrifício

O Internacional viu seus três goleiros inscritos no Estadual se lesionarem ao longo da competição. Marcelo Lomba está com uma lesão na coxa, mas ficou no banco de reservas. Enquanto isso, o jovem Keiller, que entrou na segunda partida das semifinais do Gaúcho, teve uma luxação no ombro e não foi relacionado.

Como o regulamento não permitia a inscrição de um arqueiro extra, o titular Danilo Fernandes, que se recupera de uma cirurgia por causa de uma fratura no pé, precisou ir para o sacrifício.

  • O jogo
Gazeta Press
Novo Hamburgo venceu o Internacional nos pênaltis por 3 a 1
Novo Hamburgo venceu o Internacional nos pênaltis por 3 a 1 

No primeiro jogo da decisão, no último domingo, as duas equipes ficaram no 2 a 2 no Beira-Rio. Como precisavam do resultado, as equipes mostraram muita intensidade e luta no primeiro tempo, mas criaram poucas oportunidades de gol.

Um pouco superior, o Novo Hamburgo abriu o placar aos 21 minutos da primeira etapa. Assis cruzou para dentro da área. O zagueiro Ernando tentou afastar, mas desviou contra a meta de Danilo Fernandes.

O empate colorado aconteceu logo aos três minutos do segundo tempo. D'Alessandro recebeu pela direita e cruzou para a área. Brenner e Léo disputaram a bola, que sobrou para Rodrigo Dourado finalizar para o fundo da rede.

  • Disputa por pênaltis

O argentino Andrés D´Alessandro abriu a disputa por pênaltis chutando sua cobrança no travessão. O goleiro Matheus ainda defendeu os chutes de Nico López e Cuesta. William acertou a única cobrança do time colorado.

Pelo lado do Novo Hamburgo, Júlio Santos, João Paulo e Pablo converterem, enquanto Léo chutou no tavessão.

Sálvio aponta pênalti em Brenner contra o Novo Hamburgo: 'O jogador é agarrado'
  • Agenda

Com o encerramento do Campeonato Gaúcho, o Inter agora foca suas atenções para a disputa da Série B na tentativa de retornar à elite do futebol nacional. A estreia colorada será no próximo sábado, às 16h30(de Brasília), quando visita o Londrina, no Estádio do Café.

Já o Novo Hamburgo disputará a Série D do Campeonato Brasileiro. O clube estreia em confronto diante do São Bernardo, em casa, no próximo dia 21 de maio.

Beto Campos diz que Novo Hamburgo soube sofrer contra o Inter 

FICHA TÉCNICA:
NOVO HAMBURGO (3) 1 X 1 (1) INTERNACIONAL

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Data: 07 de maio de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael Da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS)
Público: Não Divulgado
Renda: Não Divulgado
Cartões Amarelos: Pablo e Júlio Santos (Novo Hamburgo); D'Alessandro(Internacional)
Cartões Vermelhos: Nenhum
GOLS:
NOVO HAMBURGO - Ernando(contra), aos 21 minutos do primeiro tempo
INTERNACIONAL - Rodrigo Dourado, aos três minutos do segundo tempo

NOVO HAMBURGO: Matheus; Léo, Júlio Santos, Pablo e Assis(Léo Carioca); Amaral, Jardel, Preto e Juninho Silva; Branquinho(Lucas Santos) e João Paulo. Técnico: Beto Campos

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Ernando(Carlos)(Diego); Rodrigo Dourado, Uendel, Edenílson(Valdívia), D'Alessandro e Nico López; Brenner. Técnico: Antônio Carlos Zago

Comentários

Nos pênaltis, Novo Hamburgo quebra hegemonia do Internacional e conquista Gaúcho pela 1ª vez

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.