Football Leaks divulga contrato bilionário entre Adidas e Real Madrid

Agência EFE
Getty
Real Madrid já tem a Adidas como fornecedora esportiva
Real Madrid já tem a Adidas como fornecedora esportiva

O portal Football Leaks divulgou nesta sexta-feira, em informação que será publicada na íntegra no sábado, na revista alemã Der Spiegel, a oferta da Adidas para prolongar o contrato de patrocínio ao Real Madrid, que alcançaria o montante de 1 bilhão de euros (R$ 3,5 bilhões).

De acordo com a minuta do contrato que será tornada pública, entre 1º de julho de 2015 e 30 de julho de 2024, a empresa de materiais esportivos pagaria ao clube um valor fixo de 70 milhões de euros por ano (R$ 244,4 milhões).

Além disso, o Real teria participação em 22,5% dos lucros da venda de produtos com o símbolo do clube em todo mundo, com uma comissão mínima de 30 milhões de euros (R$ 104,7 milhões). Além disso, é garantido fornecimento de material, no valor de 8 milhões de euros (R$ 28 milhões) por ano.

De voleio! James Rodríguez abusa de habilidade e marca golaço durante treino

Por um título do Campeonato Espanhol, a Adidas pagaria 2,5 milhões de euros (R$ 8,7 milhões) adicionais, valor que subiria para 3,5 milhões de euros (R$ 12,2 milhões) a partir de 2020.

Pela conquista da Liga dos Campeões da Europa, seriam pagos 5 milhões de euros (R$ 17,5 milhões), que subiriam em 2020 para 7 milhões de euros (R$ 24,4 milhões).

Após marca de 400 gols marcados, Cristiano Ronaldo ganha camisa comemorativa do Real Madrid

Segundo a Der Spiegel, a Adidas se negou a comentar as informações, enquanto o Real Madrid falou que, provavelmente, o documento tenha sido obtido ilegalmente, e que serão tomadas providências judiciais sobre o caso.

Comentários

Football Leaks divulga contrato bilionário entre Adidas e Real Madrid

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.