'Counter-Strike': caike lista motivos do fim da Red Reserve e fala sobre futuro

ESPN.com.br
Reprodução/Facebook
Jogadores brasileiros vestiram a camisa de Orbit e Red Reserva na Europa
Jogadores brasileiros vestiram a camisa de Orbit e Red Reserva na Europa

Depois de quase quatro meses, a aventura brasileira na Red Reserve chegou ao fim. No início desta semana, alguns dos jogadores usaram as redes sociais para comunicar a debandada da escalação e seu retorno ao Brasil.

Em contato com o ESPN eSports, Caike "caike" Costa, um dos principais jogadores da equipe, listou alguns dos motivos pelo fim da equipe, agradeceu a oportunidade e falou sobre o que esperar do futuro.

"Alguns pensamentos diferentes dentro do jogo, pessoas que não se curtem jogando junto, rotina, saudade da família, tudo isso resultou no fim", afirmou o jogador. "Não me arrependo de nada e não desejo mal a ninguém. Vida que segue", completou.

Segundo caike, os problemas de relacionamento começaram "um mês depois" da chegada do time a Suécia. "Jogar CS com clima ruim é chato", contou. O rifler, porém, reforçou que não se arrepende da experiência.

caike contou que os jogadores tentaram trabalhar os problemas algumas vezes, mas não houve uma solução. A organização também tentou interferir, sem sucesso. "O melhor a se fazer foi cada um ir pro seu canto", completou.

O jogador revelou que acertou sua rescisão contratual, portanto, está livre para assinar com qualquer organização. caike ressaltou que Vito "kNg" Giuseppe, com quem pretende continuar jogando, ainda é contratado da Red Reserve e só poderá atuar por outra equipe perante o pagamento de multa.

"O kNg nasceu para o jogo e ele disse que quer jogar comigo, também pela amizade, mas muito mais pelo jogo, pelo profissional. É uma honra saber disso porque ele é um monstro, está recebendo várias propostas. Espero que ele consiga uma organização para montarmos uma equipe campeã. Mas caso isso não aconteça, eu vou entrar em algum time brasileiro que brigue pelo topo", afirmou.

Além de kNg, caike afirmou que pretende seguir jogando ao lado de Jean Michel "mch" D'Oliveira.

Sobre Victor "bld" Junqueira e Renato "nak" Nakano, os dois nomes restantes na escalação, caike disse que não sabe do futuro da dupla, mas acredita que eles também rescindiram com a Red Reserve e os desejou boa sorte. A reportagem do ESPN eSports procurou bld, mas o jogador não respondeu até a publicação da matéria.

caike terminou fazendo um apelo para organizações que queiram contar com seus serviços. Basta entrar em contato via email, clicando aqui

Comentários

'Counter-Strike': caike lista motivos do fim da Red Reserve e fala sobre futuro

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.