Corinthians leva terceiro processo na Justiça por calote em menos de 24 horas

Diego Garcia, do ESPN.com.br
Gazeta Press
Corinthians é acusado de não pagar transferência de Vilson
Corinthians é acusado de não pagar transferência de Vilson

O Corinthians foi processado mais uma vez na Justiça por conta de falta de pagamento na transação de um atleta. Desta vez, o envolvido é o zagueiro Vilson. É a terceira ação contra o clube por motivo de calote em menos de 24 horas.

Anteriormente, a ESPN já havia antecipado que o time do Parque São Jorge foi acionado no Poder Judiciário por acusações de inadimplemento nas transferências de Kazim, do Coritiba, e também Marlone, quando veio do Penapolense.

Agora, quem move a ação é o Social Esportivo Vitória, de Hortolândia. A informação foi confirmada por fontes ligadas às partes.

Segundo apuração da reportagem, o clube do interior de São Paulo cobra pouco mais de R$ 300 mil do Corinthians por conta da ausência de pagamento de uma parte do valor da negociação.

Entenda a situação financeira 'muito grave' do Corinthians

A ação foi distribuída nesta quarta na Justiça de São Paulo.

O atleta defendia a Chapecoense em 2015, quando foi passado ao Hortolândia, para em seguida já ser vendido ao Corinthians. Na época, o valor da transação girava em torno de R$ 500 mil.

Na manhã desta quarta, o ESPN.com.br publicou em primeira mão que o Coritiba cobra R$ 1,3 milhão do Corinthians por atrasos na compra de Kazim. Já nesta quinta, a reportagem novamente antecipou que o time da capital foi acionado de novo por calote, desta vez da Penapolense, que cobra R$ 1,7 milhão por Marlone, hoje emprestado ao Atlético-MG.

Bate Bola na Veia analisa gafe cometida em parede da academia do Santos

Como as ações entraram no Poder Judiciário nas últimas 24 horas, o Corinthians ainda não foi notificado e, portanto, não tem conhecimento. Quando for acionado por um oficial de Justiça, vai apresentar sua defesa às autoridades responsáveis.

Vale lembrar que, no mês passado, o mesmo SEV Hortolândia processou o Corinthians cobrando R$ 1 milhão pela transferência de Petros, em 2015, em nova informação antecipada pela reportagem.

Comentários

Corinthians leva terceiro processo na Justiça por calote em menos de 24 horas

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.