Marlone faz Corinthians ter novo pedido de penhora na Justiça e acusação de calote de R$ 1,7 milhão

Diego Garcia, do ESPN.com.br
Bruno Cantini/Atlético
Atualmente, Marlone está emprestado ao Atlético-MG
Atualmente, Marlone está emprestado ao Atlético-MG

Um dia depois de ter sido cobrado na Justiça por conta de inadimplemento na compra de Kazim junto ao Coritiba, o Corinthians enfrenta nova acusação de calote.

Desta vez, é o Penapolense quem acusa o time do Parque São Jorge de não ter pago parcelas da aquisição de Marlone, no ano passado. No total, o time do interior cobra cerca de R$ 1,7 milhão.

Caso a dívida não seja quitada, o clube de Penápolis solicita que a Justiça penhore as contas bancárias corintianas e bloqueie seus ativos financeiros até sanar o débito.

Segundo o Penapolense, o Corinthians não paga as parcelas pela transferência de Marlone desde dezembro, o que motivou o clube a ingressar no Poder Judiciário.

Ocorre que as equipes acertaram que o Corinthians pagaria, a partir de dezembro de 2015, duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 mensais de R$ 150 mil por ter adquirido os direitos do meio-campista.

Cássio compara torneios sul-americanos com campeonatos europeus

No entanto, o Penapolense alega que o clube da capital parou de pagar as parcelas a partir de dezembro do ano passado, totalizando cinco meses de inadimplemento.

Como o contrato estipula que o atraso de mais que três parcelas força o pagamento do restante que falta para quitar o débito.

Mesmo assim, o time de Penápolis afirma que tentou todas as soluções amigáveis possíveis antes de ingressar na Justiça, mas não teve resposta do Corinthians.

Bate Bola na Veia analisa gafe cometida em parede da academia do Santos

A ação corre na 29ª Vara Cível de São Paulo e está nas mãos da juiza Valéria Longobardi. Como a ação é recente, o Corinthians ainda não foi notificado e, portanto, desconhece a ação.

Atualmente, Marlone está emprestado ao Atlético-MG.

Comentários

Marlone faz Corinthians ter novo pedido de penhora na Justiça e acusação de calote de R$ 1,7 milhão

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.