Palmeiras produz vídeo para provar que Felipe Melo não provocou rivais

Agência Gazeta Press
Palmeiras faz vídeo para mostrar que comemoração de Felipe Melo não foi provocação ao Peñarol; veja

Com a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores encaminhada, o Palmeiras trabalha no sentido de tentar minimizar uma punição ao volante Felipe Melo. Neste sábado, o clube divulgou um vídeo com a finalidade de provar que o meio-campista não provocou os adversários no final do jogo contra o Peñarol.

Assim que o duelo disputado em Montevidéu termina, Felipe Melo ergue os braços para comemorar e é cercado por atletas do Peñarol, movimentação que culminou com o tumulto generalizado - antes mesmo do final da partida, o atacante Willian já havia sido agredido.

O vídeo editado pelo departamento de futebol do Palmeiras mostra uma sequência de momentos de diferentes partidas em que Felipe Melo ergue os braços para agradecer ao final ou após gols do Palmeiras. Na visão do clube, isso prova que o gesto não foi feito para provocar os uruguaios.

Conmebol suspende Felipe Melo e três jogadores do Peñarol

Na última sexta-feira, a Conmebol, organizadora da Copa Libertadores, anunciou que Felipe Melo foi suspenso provisoriamente por três partidas, assim como Nahitán Nández, Matías Mier e Lucas Hernández. A decisão final da entidade deve sair em no máximo duas semanas.

Palmeiras sendo recebido no aeroporto aos olhos do 'Ousado'! Felipe Melo gravou o momento

Com 10 pontos ganhos, o Palmeiras já tem sua classificação à próxima fase da Copa Libertadores encaminhada. Às 21h45 (de Brasília) de quarta-feira, na cidade boliviana de Cochabamba, o time alviverde enfrenta o Jorge Wilstermann, desfalcado de Felipe Melo.

Comentários

Palmeiras produz vídeo para provar que Felipe Melo não provocou rivais

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.